Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Cidade

Publicada em: 14/03/2018 , por Jornalismo Rádio Uirapuru

A A A

Rede elétrica precária em escola estadual da Hípica preocupa pais, alunos e professores

Rádio Uirapuru
Créditos: Mateus Miotto/Rádio Uirapuru
Rede elétrica precária em escola estadual da Hípica preocupa pais, alunos e professores

Pais, alunos, professores se uniram na manhã de ontem (3) em frente a Escola Estadual de Ensino Médio Professora Lucille Fragoso de Albuquerque, no bairro Hípica, para alertar sobre os riscos envolvendo problemas na parte elétrica do prédio e reivindicar imediata solução. O local já foi parcialmente interditado pela Coordenadoria Regional de Obras Públicas do Estado.

 

De acordo com a professora Maria Cristina da Silva toda a comunidade escolar vem sofrendo com a situação e o problema vem atrapalhando até o desempenho pedagógico dos alunos. A escola foi fundada há 60 anos e desde então nenhum reparo foi feito. Conforme a professora, a 7ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) já teria recebido uma denúncia, dizendo que os professores não deixam ligar os ventiladores nas salas.

 

Segundo ela, todos os profissionais foram orientados a não utilizar os equipamentos elétricos, a não ser ligar as luzes, pelo risco que a situação oferece. Ainda de acordo com Maria Cristina, após uma reunião com o departamento jurídico da 7ª CRE, ficou definido que uma nova vistoria no local seria realizada. Hoje (14) os alunos devem retornar às salas de aula e se nada for definido, na próxima quinta-feira (15) uma nova manifestação deve acontecer.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Você acha que Passo Fundo é uma cidade segura?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas