Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Segunda-Feira, 03/04/2017

    Viva de verdade

    A vida é curta. A vida está sempre por um fio. Para morrer basta estar vivo, qualquer dia pode ser o nosso último dia de vida. Acordar depois de uma noite de sono é sempre uma dádiva, o milagre da vida se renova todos os dias em nós. Ter essa percepção sempre tão acesa dentro de nós pode ser danoso, mas também não podemos nos esquecer de quão frágil é a vida. 



    Quanto mais os anos passam, quanto mais tempo vivido temos, e menos tempo por viver nos esperam, mais os dias e os momentos devem se tornar valiosos para nós. É preciso saber que não há tempo a perder com vaidades, com obsessões, com tentações pela perfeição. 


    O tempo de vida é aquilo que de mais precioso temos. Viva com sinceridade e honestidade todos os instantes da sua vida, fique perto de quem ama, dedique o seu tempo a quem você admira e gosta, e não a quem precisa impressionar. Seja corajoso para fazer aquilo que deseja, seja sedento pela vida. 



    Viva com todo o seu coração de modo a sentir-se sempre pleno, viva sentindo-se sempre pronto para partir, mesmo que ache cedo demais. Carregue sempre no seu coração a certeza de viver de verdade.

  • Sexta-Feira, 31/03/2017

    Elegância é algo que a gente carrega, não veste!

    Ser elegante vai além de ter bom gosto com roupas e saber se vestir. Elegância é algo que a gente carrega e não veste.

     

    Regras de etiqueta da vida e não do armário para uma vida onde elegância é sinônimo de educação e bom comportamento.

     

    Sabe o que é mesmo elegante? Ter bom senso e respeito.

     

    Não é preciso estar em cima de um salto alto ou dentro de um terno caríssimo para ser elegante. As atitudes enfeiam pessoas que não tem bom comportamento.

     

    A elegância está na simplicidade de um bom dia sincero para o porteiro que passou a noite toda acordado, no falar baixo quando o outro está perto, no saber ouvir quando o outro fala, e no saber sorrir quando isso é tudo o que você pode oferecer.

     

    No saber agir sem agredir.


    Uma pessoa elegante tem encantamento na voz, fala com propriedade e tem jeito com as palavras. Sabe chamar a atenção sem ser rude, saber observar sem se intrometer, sabe respeitar o espaço alheio.

     

    A elegância está no tom da voz e no silêncio que também comunica. Na forma de se posicionar quando precisa, no jeito de ver o mundo.

     

    Uma pessoa elegante não vive de fofocas, não inventa mentiras e não se mete em baixaria. Quem é elegante tem positividade, atrai pessoas do bem, vibra com a vida, com os sucessos, torce pelo outro, não tem inveja, carrega alegrias e otimismo, e sente com verdade. Não sabe viver de oportunismos, sabe se colocar nas oportunidades e não puxa saco nem tapete.

     

    Elegância está no “com licença” e “muito obrigado”. No reconhecimento do esforço, na empatia e na colaboração. Está na mão que ajuda, está também na gratidão.

     

    E quanto mais conheço pessoas, mais percebo que a elegância está vestida de simplicidade e não de rótulos e invólucros sociais. Encontrei mais elegância calçada de chinelos que vestida de etiquetas, e isso não tem haver com situação financeira, mas com referência de vida, criação e sabedoria.

     

    Encontrei a elegância no ser e não no ter, e percebi que é mais elegante aqueles que se vestem de amor.

     

    Autor desconhecido

  • Quinta-Feira, 30/03/2017

    O sábio e o tolo

     

    "O tolo que sabe que é tolo, nisso, pelo menos, é sábio. Mas o tolo que pensa que é sábio, esse é realmente um tolo."

     

    O sábio Saadi de Xiras caminhava por uma rua com seu discípulo, quando viu um homem tentando fazer com que sua mula andasse.

     

    Como o animal recusava-se a sair do lugar, o homem começou a insulta-lo com as piores palavras que conhecia.

     

    Então o sábio aproximou-se dele e calmamente falou:
    - Não sejas tolo... o asno jamais aprenderá tua linguagem. O melhor será que te acalmes, e aprendas a linguagem dele.

     

    O homem não lhe deu ouvidos e continuou xingando o animal; o sábio afastando-se, comentou com o discípulo:
    - Antes de entrar numa briga com um asno, pensa bem na cena que acabaste de ver.

     

    Não é sábio discutirmos com alguém que ainda não esteja preparado para as coisas simples da vida, como por exemplo compreender o grande amor de Deus em todas as criaturas... é preciso saber calar para deixar um tolo falar!

     

  • Quarta-Feira, 29/03/2017

    Crê e receberas

    Nessa nova empreitada a vida será de lutas diárias e de muito afeto a encontrar pelo caminho.

    As vezes temos nossas dúvidas, sentimos coisas que nos fazem descrer de algumas situações. Mas nós sabemos que até aqui as coisas caminhavam para um rumo de certezas e movidos pela fé e a persistência.

    Conseguimos chegar até aqui são e salvos, e com uma linda historia ficando pelo caminho. Sempre estivemos juntos nessa estrada, faz tua parte, na parte que te cabe. E faça bem, com alegria força e muita fé nos teus princípios.

    "A ajuda chega quando estamos prestes a desacreditar. Confia, crê e receberas.


    Rivalcir Liberato

  • Terça-Feira, 28/03/2017

    O silêncio é a oração dos sábios: porquê se calar é o melhor

    Augusto Cury ensina isso nos livros dele, mas aprendi que o silêncio é a oração dos sábios com meu Avô, desde pequena. Ele era aquela pessoa que quando todo mundo falava junto, numa típica discussão familiar de fim de domingo, chegava e todos se calavam.

     

    Ele falava pouco. Mas quando falava, era como dar uma chicotada em cada um. Aprendi com ele a falar menos e ouvir mais. O silêncio é a oração dos inteligentes. Ele é tão poderoso que evita brigas.

     

    Sabe quando alguém está maluco pra brigar e fica te infernizando? Quando alguém te traz uma fofoca e diz pra você tirar satisfação? Quando a pessoa te fala muitos desaforos sem a mínima necessidade?

     

    Você tem vontade de matar a pessoa com palavras, certo? Eu também era assim. Durante a minha adolescência, eu era do tipo “não levo desaforo pra casa”. Hoje, mais madura, aos 30, aprendi que me calar é sinal de inteligência. Hoje sou da turma do “imbecis, eu deixo no vácuo”.

     

    Enquanto você for da galera que não leva desaforo pra casa, você cria ao seu redor um ambiente de intrigas. Fulano, colega de trabalho, falou mal de você? Vai tirar satisfação por que? Vai ganhar o que com isso, além de mais motivos pra pessoa te maldizer?

     

    Viu como o silêncio é a oração dos sábios? Você tira satisfação, briga e perde o emprego! Tem até um ensinamento que li em um livro, acho até que do Cury mesmo: você pegue um copo d’água, beba, mas não engula. Se conseguir por 2 minutos não engolir a água, terá forças pra não brigar.

     

    Se durante uma discussão entre você e outra pessoa, você for quem se cala e permanece calada por uns minutos, você é a mais forte. E a discussão termina. O silêncio é a oração mais inteligente a fazer numa discussão que os ânimos estão fervendo. Isso só serve pra causar mágoas. Se cale!

     

    Antes de se calar diga: “chega! Isso não vai nos levar à nada. Eu vou me calar”. E mantenha-se firma, em silêncio. Se preciso for, morda a língua. Cante uma música em sua mente. Permaneça com o rosto sério e não fale nada.

     

    A briga vai acabar. Você foi a parte mais sábia e madura da situação. Quando eu era da turma do “não levo desaforo pra casa”, em tudo eu tinha que ser a última a falar. Achava que com isso eu colocava moral. Meu Avô penou pra me convencer de que era mais inteligente me calar.

     

    Quem se cala e deixa o outro no vácuo, é o mais forte. O mais maduro e seguro de si. Não é fácil, de fato. Requer treinamento e muita autoconfiança. Mas quando você deixar a primeira pessoa briguenta de lado, quando a deixar no vácuo no whats, ou sair e dar as costas; você vai gostar.

     

    Quando entender o poder de se calar, vai internalizar que o silêncio é a oração dos sábios. Quando você fica na sua, você não sai do seu espírito de paz. Quem quer brigar, vai brigar. Mas não será com você.


    É mais maduro se calar. Deixar o outro falar até babar. Vai por mim!

     

    *Gabi Barboza - @blogdagabibarboza

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que o Brasil tem muitos feriados?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas