Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Terça-Feira, 17/01/2017

    Acorde Rico

    Quando você se preocupa com o que não tem, desperdiça o que você já tem. Você já tem tudo o que precisa para ser a pessoa que é. 



    Tudo o que você já conquistou, tudo o que viveu, tudo o que você é hoje, isso é resultado do que você já tem.



    A vida é rica em si e já é sua. Concentre-se no que você pode fazer com ela. Procure maneiras de fazer a diferença de uma forma substancial. Em vez de se preocupar com o que você não tem, faça o melhor com o que você tem. 



    Já é suficiente ter chegado tão longe. Quanto mais você valorizar o que tem, mais útil isso se tornará.



    A única coisa que impede fazer da sua vida a melhor possível é você mesmo. Você já tem o que é preciso. Existe um tesouro dentro de você esperando para ser descoberto. 



    Comece a usar esse tesouro ainda hoje. Você pode acordar rico amanhã e se tornar mais rico a cada dia.

     

  • Segunda-Feira, 16/01/2017

    Depois do Fim de Semana

    A partir de agora você retoma seu projeto de vida, que sofreu uma pausapara o seu merecido descanso. Você já viajou no sono, momento em que você refez as energias, enquanto o espírito viajou em experiências inconscientes, que vão servir de inspiração para este dia.

    Lembre-se que o mais importante da vida não acontece de segunda a sexta e nem só aos sábados, domingos e feriados. Lembre-seque a felicidade não escolhe datas.



    O seu grande momento não escolherá hora, nem dia, nem lugar. Será onde você estiver. O que importa é estar preparado para o grande momento e não perder a sua perspectiva de que o momento presente pode estar sendo o seu "grande momento".



    Mas não há nada como a força de uma nova manhã para encher o seu coração de esperança...



    Lembre-se do ponto onde você parou na caminhada em busca dos seus sonhos. Reveja seus objetivos, reavalie sua estratégia e esteja sempre no comando.



    Este será mais um dia decisivo na sua história. Tenha coragem para enfrentar o frio dos corações incrédulos sem perder o rumo; determinação, paciência e sabedoria para ultrapassar os obstáculos; tolerância para suportar quem você tiver de carregar. E fé, para não perder a esperança. 

  • Sexta-Feira, 13/01/2017

    Motivos de ter felicidade

    Felicidade não é o resultado de condições favoráveis. Felicidades vem da maneira com que você reage diante das dificuldades da vida.



    Há pessoas que têm toda razão para estarem miseravelmente tristes, mas ainda assim vivem com felicidade e prazer.



    A todos instantes você é desafiado a vencer obstáculos. Diversas vezes na sua vida pessoas importantes o desapontaram, rebaixaram, falaram injúrias e mentiras. Mesmo assim você deve sorrir e vencer.



    Felicidade de verdade não vem da ausência de problemas, vem da superação das dificuldades. Felicidade não é apenas uma reação, é uma escolha que você faz para a sua vida.


    Em todo instante da vida há lugar para ser feliz.

  • Quinta-Feira, 12/01/2017

    Todo Mundo Erra

    Você, certamente, já ouviu ou falou a frase: "todo mundo erra!". Essa afirmativa está correta, porque a Terra é um planeta de provas e expiações, o que quer dizer que neste mundo não há ninguém perfeito.



    A perfeição é uma meta que todos nós alcançaremos um dia, mas não pode ser encontrada no atual estágio evolutivo da humanidade terrestre.  Não é outra a razão porque todos ainda cometemos erros, embora muitas vezes tentando acertar.



    Tudo isso é fácil de entender, dirão alguns. E mais fácil ainda é tentar justificar as próprias faltas com a desculpa da imperfeição.  Admitir, portanto, que cometemos falhas mais vezes do que gostaríamos, não é difícil. Também não é difícil tolerar os escorregões dos nossos afetos.



    No entanto, se você admite que "todo mundo erra", porque é tão difícil relevar as imperfeições alheias?  Porque é tão fácil justificar os próprios erros e tão difícil aceitá-los nos outros?



    Se quebramos um copo, por exemplo, logo nos desculpamos dizendo que foi sem querer, e pode ter sido mesmo. Mas, se é outra pessoa que o faz, já achamos uma maneira de criticar, dizendo que é descuidada ou não prestou a devida atenção no que estava fazendo.



    Se a esposa não conseguiu servir o almoço na hora que deveria, é porque ficou de conversa fiada com alguma amiga. Mas qaundo você é o esposo e não dá conta de entregar um serviço no prazo, é porque é um homem muito atarefado.



    Quando o marido chega em casa nervoso e irritado, é porque está sobrecarregado de problemas, mas não desculpa se a esposa está impaciente por ter passado o dia todo ouvindo choro de criança e atendendo as tarefas da casa.



    Se você é a esposa e tem seus motivos para justificar a falta de atenção com os filhos, em determinado momento, pense que seu esposo também tem suas razões para justificar uma falta qualquer.



    Se você é filho e acha que está certo agindo desta ou daquela maneira, entenda seus pais, pois eles também encontrarão motivos para justificar seus deslizes.



    O que geralmente ocorre, é que não paramos para ouvir as pessoas que transitam em nossa estrada. O que é mais comum, é criticar sem saber dos motivos que as levaram a se equivocar.



    Se temos sempre uma desculpa para nossas faltas, devemos convir que os outros também as têm.  Se assim é, por que tanta inquietação com as ações que julgamos erradas nos outros?



    Não temos a intenção de fazer apologia ou defender o desculpismo, mas, simplesmente, chamar a atenção para o fato de que todos estamos sujeitos a dar um passo em falso. E por isso devemos, no mínimo, entender quando isso acontece.



    Se todo mundo erra, temos mais motivos para a tolerância e o perdão.  E se ninguém é perfeito, mais razão para entender as imperfeições alheias.



    Ou será que só nós temos o direito a tropeçar? 

  • Quarta-Feira, 11/01/2017

    Ensinando o cavalo a voar

    Um velho rei da Índiacondenou um homem à forca. Assim que terminou o julgamento, o condenado lhe pediu:



    - Vossa Majestade é um homem sábio e curioso a respeito de tudo que seus súditos conseguem fazer. Respeita os gurus, os sábios, os encantadores de serpentes e os faquires. Pois bem.



    Quando eu era criança, meu avô me transmitiu a técnica de fazer um cavalo branco voar. Não existe mais ninguém neste reino que saiba isto, de modo que minha vida deve ser poupada.


    O rei imediatamente mandou trazer um cavalo branco.



    - Preciso ficar dois anos com este animal – disse o condenado. - Você terá dois anos – respondeu o rei, a esta altura meio desconfiado.



    – Mas, se este cavalo não aprender a voar, será enforcado.



    O homem saiu dali com o cavalo, feliz da vida. Ao chegar em casa, encontrou toda a família em prantos.
    - Você está louco? – gritaram todos – Desde quando alguém desta casa sabe fazer um cavalo voar?


    - Não se preocupem – respondeu ele – Primeiro, nunca alguém tentou ensinar um cavalo a voar, e pode ser que ele aprenda. Segundo, o rei está muito velho e pode morrer nesses dois anos.



    Terceiro, o animal também pode morrer, e eu conseguirei mais dois anos para treinar um novo animal. Isso sem contar a possibilidade de revoluções, golpes de Estado, anistias gerais. Finalmentese tudo continuar como está, eu ganhei dois anos de vida, e neles poderei fazer tudo o que tiver vontade. Vocês acham pouco?

     

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que a fiscalização deve ser rigorosa contra o comércio informal em Passo Fundo?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas