Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Quarta-Feira, 07/06/2017

    Cuidado com a frustração

    A frustração pode ser um círculo vicioso e descendente. Se você se frustra com o seu trabalho, este se torna ainda mais difícil, o que leva a mais frustração. Quando você se frustra com as ações de outras pessoas, suas atitudes freqüentemente reforçam o comportamento ofensivo delas, o que aumenta sua frustração.

     

    Na frustração existe ressentimento, mas também o desejo de melhorar. Esqueça o ressentimento. Ele só serve para tornar a situação ainda pior. Em vez disso, concentre-se na motivação necessária para transformar essa situação em algo proveitoso.

     

    Use a energia da sua frustração não para responder com raiva e ressentimento, mas para seguir em frente de maneira positiva. Não veja sua frustração como uma desculpa para sentir pena de si mesmo. Considere-a como uma forma de identificar oportunidades de crescimento em sua vida.

     

    Esforce-se para eliminar o ressentimento e a autopiedade da sua frustração, e ela se tornará uma força poderosa e positiva.

  • Terça-Feira, 06/06/2017

    Quantas vezes já chorei sem saber que a vida me fazia um favor

    Quantas vezes já chorei escondida sem saber que a vida me fazia um favor, sem entender que aquilo não era o fim do mundo, mas sim o início de algo melhor. Porque existir é recomeçar vez após outra, é fechar uma janela para abrir uma porta enquanto enxugamos as lágrimas por alguém que nunca as mereceu.

     

    Albert Einstein costumava dizer que se havia uma coisa pela qual ele tinha gratidão era por todas aquelas pessoas que ao longo da sua vida lhe tinham dito “não”. Cada uma das frustrações sofridas por conta daqueles que se negaram a ajudá-lo oportunamente lhe permitiu mais tarde encontrar essa motivação com a qual aprender a fazer as coisas por si só. A ser mais forte.


    Há momentos em que simplesmente não aguentamos mais. O estresse emocional causado por tantas decepções, fracassos e por cada “não” encontrado no caminho nos obriga a parar.

     

    Judith Orloff, psiquiatra e autora do livro “Liberdade emocional, como deixar de ser vítimas das emoções negativas”, diz que o primeiro passo para propiciar o equilíbrio interior é o choro. Depois das lágrimas vem a tranquilidade, e na sequência, a clareza.

     

    É muito provável que se você agora pudesse viajar ao seu próprio passado, sentiria compaixão da sua pessoa vendo-a chorar por motivos que provavelmente nunca valeram a pena.

     

    Agora, cabe apontar que ninguém chega a este mundo “já sabendo” de fábrica. As lágrimas são como rituais de passagem que precisamos experimentar .

     

    Em psicologia com frequência fala-se de “sofrimento inútil”. É um termo que chama a atenção e, acredite se quiser, aparece mais do que imaginamos.

     

    Exemplos disso podem ser esses relacionamentos amorosos tempestivos, onde em vez de colocar um fim para deixar de esperar o impossível e se libertar da dor, a pessoa cai ainda mais fundo nas suas areias movediças.

     

    Mas após a dor vem a oportunidade.

     

    É muito provável que você tenha ouvido muitas vezes essa expressão de que “só quem já sofreu pode entender o que é a vida de verdade”. Cabe dizer que isto não é totalmente verdade. A felicidade também ensina, também nos oferece recursos adequados. Agora, a adversidade é aquele cruzamento no caminho pelo qual a maioria de nós terá de passar alguma vez.

     

    Quando a cruzarmos, quando experimentarmos a dor em qualquer das suas formas, já não seremos os mesmos. Por isso, é preciso propiciar “um sofrimento útil” do qual falamos anteriormente, esse que nos permite aprender a ser mais hábeis. Porque mesmo pensando que a vida nos deu um redondo “não”, às vezes não é mais do que um “espere mais um pouco”…

     

    O desabafo emocional é um mecanismo apropriado e libertador para apaziguar a mente e ver as coisas de outro jeito.
    Uma vez que choramos por essa decepção, por essa ruptura ou por esse fracasso, é preciso fazer uma mudança. Agora, um erro no qual caímos com frequência é o de esperar que alguma coisa aconteça ao nosso redor para então encontrar uma motivação, um propósito que nos permita continuar avançando para deixar para trás o acontecido.

     

    Esta não é a abordagem correta. O melhor é “nós mesmos sermos a própria mudança”.

     

    No fim das contas, é nestes momentos de dificuldade pessoal que descobrimos as fortalezas que temos internamente e tudo o que somos capazes de fazer. Porque mesmo que você não acredite, somos como o carvalho, que quanto mais o vento sopra, mais forte cresce.

     

    Por Resiliência Humana

  • Segunda-Feira, 05/06/2017

    A Formiga e a Pomba

    Uma formiga foi à margem do rio para beber água, no entanto, de forma inesperada, acabou sendo arrastada por uma forte correnteza, estando prestes a se afogar.

     

    Uma pomba, que estava numa árvore sobre a água observando a tudo, arranca uma folha e a deixa cair na correnteza perto da mesma.

     

    Então, subindo na folha a formiga pode flutuar em segurança até a margem mais próxima.

     

    Eis que pouco tempo depois, um caçador de pássaros, escondido sob a densa folhagem da árvore, se prepara para capturar a pomba.

     

    Ele, cuidadosamente, coloca visgo no galho onde ela repousa, sem que a mesma perceba o iminente perigo.

     

    A formiga, percebendo sua má intenção, imediatamente dá-lhe uma forte ferroada no pé. Tomado pelo susto e gritando de dor, ele assim deixa cair sua armadilha de visgo, e isso dá chance para que a Pomba desperte e voe para longe, se pondo finalmente a salvo.

     

    Esta história nos mostra claramente a lei de ação e reação agindo em nossas vidas, e a importância da gratidão. Gentileza gera gentileza, portanto plante sempre o melhor, pois assim você atrairá coisas boas na sua vida.

  • Sexta-Feira, 02/06/2017

    Janelas da Vida

    Abra a janela do teu coração e deixe a alma arejar! Sabe aquele cheiro de mofo de sonhos que envelheceu e você nem se deu conta? Deixe que o vento leve para longe...

     

    Livre-se também do ranço amargo de toda mágoa e do rancor, faça uma boa limpeza na vidraça do coração, garanto que você enxergará melhor a vida lá fora.

     

    Deixe a luz inundar tudo, apagar as marcas das decepções, as tristezas das derrotas e da mania de sofrer por sofrer e acima de tudo, permita que o sol derreta o gelo da solidão.

     

    Apaixone-se por um sorriso e sorria junto, ilumine as janelinhas dos olhos... Ame a pessoa que o espelho reflete todas as manhãs. Escancare a janela dos desejos e esbanje sonhos, ninguém sonha em vão, e também não é verdade que os sonhos fogem, as pessoas é que desistem, e eles morrem. Desenhe um horizonte além da tua janela, exagere nas cores e

     

    Faça florescer todos os campos que sua vista alcança. Vá além, muito além.... Abra a janela da vida e seja pleno em cada coisa ainda que pareça pequena. Viva com a espontaneidade de uma criança.

     

    Debruce na janela e não olhe a vida passar através dela... Viva!

  • Quinta-Feira, 01/06/2017

    Satisfação

    Bom dia! Mas tem uma condição: este dia só será mesmo um "bom dia" se você se empenhar nisso. Não importa o que você tem para fazer, mas como você vai fazer. O que você faz com dedicação tem o poder de produzir felicidade. Mesmo o sacrifício em tarefas que não são tão prazerosas e fáceis têm o poder de produzir essa felicidade.

     

    Nada como a satisfação do dever cumprido honesta e dedicadamente. Por isso, busque se envolver com tudo o que você faz. Isso o levará mais para perto do lugar onde você quer estar.

     

    Você pode até ter muitos diplomas e estar qualificado para missões importantes e de grande responsabilidade. Mesmo assim, dê sempre uma atenção especial às tarefas que parecem não exigir tanto.

     

    Nunca despreze o trabalho que parece simples. O seu talento será reconhecido, a qualquer momento, independentemente do lugar onde você estiver atuando e do que estiver fazendo.

     

    Faça do seu trabalho um grande motivo de satisfação e de alegria. Seja um elemento especial dentro do processo em que se encontra. Seja honesto consigo e com os outros.

     

    Faça o que for preciso com boa vontade. Seguramente, a recompensa será maior do que o salário que você receberá no fim do mês. E, no mínimo, as opções e oportunidades vão se multiplicar, dia após dia.

Pesquisar artigos anteriores

Você participa do movimento comunitário de Passo Fundo?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas