Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Segunda-Feira, 06/03/2017

    O grande homem

     

    É tranqüilo, calmo, paciente, não grita, nem desespera… Pensa com clareza, fala com inteligência, vive com simplicidade… É do futuro, não do passado… Sempre tem tempo… Não despreza nenhum ser humano…

     

     

    Não é vaidoso… Como não anda à cata de aplausos, jamais se ofende… Possui sempre mais do que julga merecer…

     

     

    Está sempre disposto a aprender, mesmo das crianças… Vive dentro de seu próprio isolamento espiritual, onde não chega nem o louvor nem a censura… No entanto, seu isolamento não é frio: ama, sofre, pensa, compreende…

     

     

    O que você possui: dinheiro, posição social, nada significam para ele… Só lhe importa o que você é…Despreza a opinião própria, tão depressa verifica o seu erro…

     

     

    Respeita somente a verdade… Tem mente de homem e coração de menino… Conhece-se a si mesmo, tal qual é, e conhece a Deus…



    Bom dia!

     

  • Sexta-Feira, 03/03/2017

    Cultive o pensamento positivo

    A mente possui um poder extraordinário. Não somos capazes de mover montanhas, mas pensar e acreditar que somos capazes de chegar ao topo da montanha, certamente é uma grande motivação para alcançar os nossos objetivos.



    O pensamento negativo nunca atrairá nada de positivo para a nossa vida. Habituar-se a esperar sempre o pior, a pensar que tudo vai dar errado e que não somos capazes, faz-nos entrar um ciclo de pensamento descendente, cheio de negatividade com uma força magnética que nos atrai sempre para o abismo.



    Falar palavras de otimismo é cultivar na alma sentimentos positivos, é manter a mente limpa e com disposição para ser feliz, é alimentar a força, a coragem e o entusiasmo. É preparar-se sempre para o sucesso, e para continuar sempre tentando mesmo em situações de fracasso.


    Seja positivo. Nada de bom acontece na vida de uma pessoa que só cultiva a negatividade.

  • Quinta-Feira, 02/03/2017

    Cinco conselhos

    Dizem que água e conselho só se dá a quem pede. Mas aqui vão alguns conselhos importantes para vencer na vida. São cinco conselhos do Prof. César Souza, dados a uma turma que se formou na USP.

     

    Primeiro conselho:
    Não confie no convencional! Estratégias de carreiras que foram vitoriosas no século XX, agora mudaram. Fuja das carreiras lineares dentro de uma mesma empresa. Não desperdice seu talento perpetuando burocracias. Inovação, flexibilidade e agilidade serão as novas marcas registradas.

     

    Segundo conselho:
    Nunca pare de crescer! O aprendizado é fundamental para o sucesso, pois o conhecimento virou um bem perecível. A única competência durável da qual cada um poderá dispor daqui para frente será a capacidade de aprender e de aplicar no dia-a-dia seus conhecimentos.

     

    Terceiro conselho:
    Concilie a vida profissional com a vida pessoal e familiar. O sucesso profissional não é tudo. Um profissional bem-sucedido também o é nas outras esferas da vida. Não deixe em segundo plano o exercício da cidadania nas comunidades onde você vive.

     

    Quarto conselho:
    Sonhe alto e persiga os seus sonhos. O desejo e a determinação são a força essencial para vencer nos dias de hoje. E vão ser cada vez mais no futuro, quando as capacidades de sonhar e de criar serão vantagens competitivas.

     

    Quinto conselho:
    Não siga os conselhos de ninguém, nem mesmo esses, caso não acredite neles. Siga sua intuição. Cada qual sabe melhor do que ninguém o que é bom para si. A tecnologia muda diariamente, mas a chave do sucesso continua a ser escrita com seis letras: PAIXÃO. Apaixone-se! Caso contrário, mude, pois jamais alcançará o sucesso.

  • Quarta-Feira, 01/03/2017

    O Rabino

    Certo rabino era adorado por sua comunidade. Todos ficavam encantados com o que dizia, menos Isaac, que não perdia uma chance de contradizer as interpretações e apontar falhas.

     

    Os outros ficavam revoltados com Isaac, mas não podiam fazer nada. Um dia, Isaac morreu. Durante o enterro, a comunidade notou que o rabino estava triste.

     

    - Por que tanta tristeza? - comentou alguém. Isaac vivia colocando defeito em tudo que o senhor dizia!

     

    - Não lamento o meu amigo que hoje está no céu - respondeu o rabino.

     

    - Lamento a mim mesmo. Enquanto todos me reverenciavam, ele me desafiava, e eu era obrigado a melhorar. Agora, tenho medo de parar de crescer...

     

    Paulo Coelho

  • Terça-Feira, 28/02/2017

    O Valor da Amizade

    Você já parou para pensar sobre o valor da amizade? Às vezes nos encontramos preocupados, ansiosos, em volta à situações complicadas, nos sentindo meio que perdidos, mas somente o fato de conversarmos com um amigo, desabafando o que nos está no íntimo, já nos sentimos melhor, mesmo que as coisas permaneçam inalteradas.



    Quantas vezes são os amigos que nos fazem sorrir quando tínhamos vontade de chorar, mas a sua simples presença nos traz de volta o brilho da vida. A simplicidade das brincadeiras pueris, a conversa informal naqueles momentos de descontração, uma conversa rápida ao telefone, no vai e vem do dia ou da noite, no bate-papo pela Internet, no ambiente do trabalho ou da escola, enfim, em qualquer lugar a qualquer hora.



    Entretanto, não existe só alegria, amor, felicidade nesta relação, ela é como qualquer outro relacionamento, passa por crises passageiras, por momentos intempestivos, abalos ocasionais. Ainda que tenhamos muito carinho pelo amigo em questão, às vezes por insegurança, por ciúmes, por estarmos emocionalmente alterados ou nos sentindo pressionados, acabamos sendo injustos com ele e isso pode ser recíproco.



    Podemos comparar esse elo de amizade como o “tempo” que passa por alterações climáticas constantemente, mas é dessa forma que aprendemos a nos conhecer, compartilhar momentos e desenvolver uma amizade. Diante do amigo somos nós mesmos, deixamos vir à tona nossos pensamentos a respeito das coisas, da vida, nos mostramos como verdadeiramente somos.



    Há amigos que nos ensinam muito, nos fazem enxergar situações que às vezes não percebemos o seu real sentido, compartilham as suas experiências conosco, nos falam usando da verdade que buscamos encontrar. São eles também que nos chamam a razão, chamando a nossa atenção quando agimos de modo contraditório, que nos dizem coisas que não queremos ouvir, aceitar ou compreender, são eles que são capazes nos fazer enxergar nossos defeitos se espelhando nos defeitos dele.



    Ao longo de nossa vida muitos amigos passam por ela e nos deixam saudades, mas também deixam a recordação de tudo que foi vivido. É na amizade verdadeira que encontramos a sinceridade, lealdade, afinidade, cumplicidade, simplicidade, fraternidade. Amigos são irmãos que a vida nos deu para caminhar conosco ao longo da nossa jornada espiritual, extrapolando os limites do tempo, continuando quando e onde Deus assim o permitir.

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que o Brasil tem muitos feriados?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas