Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Segunda-Feira, 23/07/2018

    Acredite, existem ANJOS sem asas espalhados pela Terra

    Anjos. É dessa forma que devemos enxergar as pessoas que nos querem e nos fazem bem. Infelizmente, é raro encontrarmos pessoas que se alegram com a felicidade alheia, uma vez que a maioria das pessoas que passam por nossas vidas, não desejam nosso sucesso, entretanto, da mesma forma que existem pessoas pobres de alma, existem também pessoas ricas de luz. Pessoas assim, tem o poder de iluminar qualquer ambiente escuro e nos beijar a alma através de um simples abraço, mudando nosso dia, e o de pessoas que têm a sorte de encontrá-las pelo caminho.

     

    Por outro lado, devemos manter nossos corações esperançosos, acreditando que ainda existem pessoas bondosas, e exercitar nossa bondade também. O que plantamos, colhemos. Se emanarmos coisas boas, coisas boas virão ao nosso encontro. Se emanarmos o contrário, permitiremos que coisas ruins entrem em nossas vidas.

     

    É tão lindo quando pessoas lindas cruzam nossa estrada. Elas nos fazem enxergar a vida por outra perspectiva, e nos mostram que é possível manter laços sólidos por meio da reciprocidade. E através de um gesto, conseguem mudar nosso dia em fração de segundos.

     

    A vida fica muito mais real quando esquecemos, por um momento, as amizades virtuais, e desfrutamos a companhia que se faz presente de corpo, alma e coração. É tão bom quando encontramos pessoas que fazem questão de nossa companhia. Uma prosa regada de risos e leveza nos mostra que apesar dos momentos passarem na velocidade da luz, vale a pena acreditar que podemos encontrar anjos sem asas.

     

    Quando a vida é generosa conosco, e nos presenteia com pessoas que carregam, em si, pureza, devemos abraçá-las reservando um lugarzinho no lado esquerdo do peito.


    “Nem todos os anjos tem asas, ás vezes, eles têm apenas o dom de te fazer sorrir.”


    *Larissa Dias - https://www.facebook.com/lariissadias96

  • Sexta-Feira, 20/07/2018

    Vá aos encontros felizes!!!

    Pode ser complicado, difícil e caro.

     

    Vá!

     

    Pode ser uma viagem longa.

     

    Vá!

     

    Tem festa de 85 anos da tia?

     

    Vá!

     

    Aniversário do filho do amigo?

     

    Vá!

     

    Encontro de 20 anos da formatura?

     

    Vá!

     

    Amigo secreto?

     

    Vá!

     

    Casamento do primo?

     

    Vá!

     

    Pegue o carro, o ônibus, o avião... Pegue uma carona!

     

    Vá!

     

    Fica no hotel, na tia, na pensão!

     

    Vá!

     

    Parcela a passagem! Dê um jeito, mas...

     

    Vá!

     

    SABE POR QUÊ?

     

    - Porque nos encontros tristes você irá.

    - Quando alguém morre todos vão.

    - Por protocolo, por obrigação ou por dor, você irá.

     

    "As pessoas vão. Se esforçam para ir aos enterros"...

     

    - Pedem folga.

    - Cancelam a reunião.

    - Transferem as entregas...

     

    "E todos se reúnem e se abraçam e choram juntos. E é bonito isso. E é bom que seja assim!"

     

    Mas é bom que seja assim também nos momentos felizes!

     

    É bom estarmos junto nas comemorações, nas conquistas, nas festas que brindam a vida!

     

    Dando risada e relembrando histórias. Deixando-nos levar pela alegria despretensiosa dos momentos bons!

     

    Assim, vamos juntando as peças na melhor coleção que a vida tem a oferecer: a dos encontros felizes!!!

  • Quinta-Feira, 19/07/2018

    7 provérbios japoneses cheios de sabedoria

    A cultura japonesa se destaca pelo misterioso e enigmático que é para o povo do Ocidente.

     

    Embora seja uma das sociedades com maior desenvolvimento tecnológico, ainda tem um forte elo com suas raízes e tradições, e sua cultura é repleta de sabedoria ancestral.


    1. É melhor ser o inimigo de uma boa pessoa do que o amigo de uma pessoa má.

     

    “Diga-me com quem você anda e eu lhe direi quem você é.” Afinal, a influência dos amigos é um fator determinante no comportamento do indivíduo.


    2. O peixe que escapa sempre parece o maior.

     

    Às vezes, investimos mais tempo em lamentar a oportunidade que deixamos escapar, ou em nos recriminar pelo que não conseguimos, do que em construir com o que temos e apreciá-lo.


    3. Se você pensou sobre, decida-o. Se você decidiu, não pense mais sobre.

     

    Não hesite! Depois de dar o passo, descubra o que está no fim da decisão, às vezes os piores fracassos são aqueles em que você não termina o que começou.


    4. Não se esquenta uma casa com a promessa de lenha.

     

    Há muita tranquilidade em uma vida livre de dívidas…


    5. O tempo que você gasta rindo é o tempo gasto com os deuses.

     

    O riso é saudável e traz felicidade, poucas coisas têm esse efeito.


    6. Estudando o passado, você aprende o novo.

     

    Aprendendo com os erros, é menos provável que os repitamos.


    7. Não diga: é impossível. Diga: Eu não fiz isso ainda.

     

    Ou porque você não encontrou o caminho, ou porque ainda não tem as ferramentas ou não tem tempo para fazê-lo. Mas há sempre a possibilidade de conseguir alguma coisa.

     

    *Texto originalmente publicado no Despiertacultura, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Pensar Contemporâneo

  • Quarta-Feira, 18/07/2018

    Quando uma pessoa não está a fim, ela envia sinais. Fique atento(a)!

    Quando uma pessoa não está a fim, ela envia sinais. Não é falta de tempo, pode ser mesmo real falta de interesse.

     

    Às vezes, a pessoa vai dizer que esqueceu de ler a mensagem porque recebeu inúmeras e a sua ficou lá embaixo. Ou que o dia estava tumultuado e que mal pegou o celular, ou que não teve tempo de ouvir seu áudio porque a bateria acabou bem na hora em que uma nave espacial passou e o(a) abduziu. (risos).

     

    E assim podem surgir diversas justificativas para o off que ele (a) lhe deu. Está tudo bem! Pode ser que o gato (a gata) tenha mesmo ficado ocupado durante a semana, mas ligue-se nos sinais e nos movimentos.

     

    Porque nesse jogo, pode ser que, com medo de magoá-lo(a), ele(a) diga coisas para deixá-lo (a) menos aflito(a), mais confuso(a) e que emendem no seu real desinteresse e/ou vontade de que você fique ali, caso ele (a) mude de ideia.

     

    Saiba identificar as ciladas! Às vezes, é bom ligar “semancol” e se retirar. Não há nada mais chato que ficar na sala escura, enquanto o outro já foi e apagou a luz, não desejando assim voltar. Ou pior, ficar na “geladeira” esperando uma vaga na agenda do gata (da gata) para usufruir de sua companhia! Menos menos.Não se faça de bobo (a) nem de inocente. A falta de interesse fica sempre evidente quando a falta de tempo é a resposta.

     

    Ninguém é tão ocupado assim. Uma prioridade sempre tem um encaixe. E se você sente que está longe de ser uma, é porque provavelmente seja isso mesmo. Você no fundo sabe, porque a intuição sempre alerta para este tipo de situação. Ouça mais seu coração.

     

    Não queira migalhas quando você pode ser servir de um banquete!

     

    Ou melhor, escolha outras companhias! E não precisa ser apenas masculina (feminina) viu?! Saiba preencher seus dias com sua própria companhia, valendo-se de todos os mimos que você merece ou da companhia daquela sua amiga (daquele seu amigo) super divertida (a)!

     

    Sabe por quê? Quando se quer, sempre se arranja um jeito. Acerta os ponteiros, arruma tempo, atravessa cidade, enfrenta tempestade! Não tem essa de desculpinha.

     

    O problema é quando existe a indecisão.

     

    Não se resolver na vida acaba prejudicando outras vidas. Não sabe se casa ou compra bicicleta? Decida-se primeiro antes de se envolver. Não brinque com o sentimento das pessoas. E saiba também onde pisa! O terreno pode ser bonito mas pode ser perigoso!

     

    O melhor é quando o jogo é limpo! Dizer o que está rolando é o melhor poupador de tempo e energia. Assim ninguém se magoa, e a verdade será sempre o melhor caminho para ambos. Se vai doer ou não, isso é outro papo.

     

    Como diz a frase de Nina Simone “Você tem que aprender a levantar-se da mesa quando o amor já não está mais sendo servido ” – neste caso – levante antes mesmo que vire amor.

     

    Uma atração que não dá retorno é o caminho da desilusão. Não se deixe por menos. Faça novas escolhas! Seja esperto(a). Não perca tempo quando isso é tudo o que você tem.

     

    *Anieli Talon

  • Terça-Feira, 17/07/2018

    Caminho entre os pecadores porque peco, também

    “…Caminho entre os pecadores porque peco, também…”

     

    Xingo pessoas das quais nem conheço, apenas por pura falta de paciência de uma longa fila do supermercado. Grito nomes desaprovados por pessoas de boa conduta, apenas por sentir-me um pouco mais leve e tranquilo. Cometo pecados incontáveis diariamente por não ter um manual de instrução passo-a-passo sobre como me comportar em meio à sociedade civilizada. Por isso gosto das pessoas verdadeiras. Aquelas que são aquilo que são, sem mais. Admiro a originalidade do ser, a naturalidade do aceitar e a vulnerabilidade dos sentimentos.

     

    Caminho entre os pecadores porque peco, também. Acredito em Deus, mas não frequento igrejas. Sou católico consagrado, mas não leio a bíblia. Rezo todas as noites, mas carrego comigo pensamentos impuros.

     

    Admiro as garotas que falam o que pensam sem importar-se com a opinião de outrem. Garotas que mastigam o medo e o engolem a seco. Prezo os rapazes que carregam em si a sinceridade na alma e são aquilo que fazem, não aquilo que dizem fazer. Gosto das peles morenas e alvas marcadas pelas cicatrizes da vida e pelas artes tatuadas e rabiscadas.

     

    Aprecio as pessoas que gritam verdades ao mundo e se jogam de cabeça nas profundezas do agora. Planejar o futuro é coisa pra quem não usufrui o presente. Prefiro as pessoas certas daquilo que querem do que aquelas cobertas por dubiedades fúteis. Gostos dos romances à moda antiga. Amor é um clássico em meio à modernidade.

     

    Ando entre os pecadores porque peco, também. São os pecados que te levam ao paraíso. Pois sem eles, você já estaria lá.

     

    Sou o que sou, fiel a mim mesmo e sincero aos meus desejos mais íntimos.

     

    Xingo. Peco. Grito.

     

    Sou ser.

     

    Sou humano.

     

    Pecador e sonhador, em um mundo coberto de pessoas rasas e desacreditadas.


    *Pedro Ficarelli - https://www.facebook.com/poet0logia/

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que Passo Fundo é uma cidade segura?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas