Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Sexta-Feira, 25/09/2015

    A Sala das cruzes

    Um homem estava no fim de suas esperanças. Não vendo saída , ele caiu de joelhos e rezou : "Senhor! Eu não posso prosseguir,  minha cruz é muita pesada para carregar".

    E Deus respondeu : "Meu filho, se você não pode suportar esse peso, coloque sua cruz nesta sala, e depois abra aquela outra porta e pegue a cruz que desejar".

    O homem se sentiu aliviado e disse: "Obrigado, Senhor" 

    Suspirou mais tranquilo e fez o que Deus mandou.Entrou na outra sala, olhou-a toda, e viu muitas cruzes diferentes. Algumas eram tão grandes, que não dava para enxergar seus topos.

    Aí ele percebeu uma pequena cruz encostada numa parede. "Eu quero aquela cruz ali, Senhor" , ele sussurrou . 

    ... e Deus respondeu :  "Meu filho, aquela é a cruz que você deixou" . 

    Lembre-se ... ELE não nos dá cruz que não possamos carregar ...

  • Quarta-Feira, 23/09/2015

    O Cirurgião e o Mecânico

    Um mecânico está desmontando o cabeçote de uma moto quando vê na oficina um cirurgião cardiologista muito conhecido. Ele está olhando o mecânico trabalhar. O mecânico pára e pergunta:

    - Hei, doutor, posso fazer uma pergunta pro senhor?

    O cirurgião um tanto surpreso concorda e vai até a moto na qual o mecânico está trabalhando. 

    O mecânico se levanta ecomeça:

    - Doutor, olhe este motor.

    Eu abro seu coração, tiro válvulas, conserto-as, ponho-as de volta e fecho novamente e, quando eu termino, ele volta a trabalhar como se fosse novo. Por que é, então, que eu ganho tão pouco e o senhor ganha tanto se o nosso trabalho é praticamente o mesmo? 

    O cirurgião dá um sorriso, se inclina e fala baixinho ao mecânico:

    - Tente fazer isso com o motor funcionando!

  • Terça-Feira, 22/09/2015

    O plantador de árvores

    Um rei seguia pela estrada com sua comitiva, quando viu um homem velho plantando uma arvorezinha.   

    Achou aquela atitude muito estranha, já que a árvore demoraria em crescer e, quando pudesse dar frutos, o velho, na certa, não estaria mais lá para aproveitar.

    E então, o rei perguntou ao velho plantador de árvores por que insistia numa tarefa tão inútil. Ao que o homem respondeu:

    - Fico feliz em plantar, mesmo não sendo eu quem vai colher. Não estamos aproveitando hoje as árvores que foram plantadas há muitos anos? Plantar é o que importa. Não o colher.

    O rei considerou sábia a atitude do homem e, comovido, entregou um saco com muitas moedas de ouro como prêmio à sabedoria do plantador de árvores. 

    E ele agradeceu assim:

    - Viu como são as coisas? Eu mal acabei de plantar e já estou colhendo frutos valiosos.

    "O plantio é opcional, mas a colheita é obrigatória. Por isso, tenha cuidado com o que planta."

  • Segunda-Feira, 21/09/2015

    Tem um limão?Faça uma limonada

    Suponhamos que você se encontre tão desanimado que não tenha mais  esperança de transformar seus limões em limonadas. Nesse caso, ainda há  duas razões pelas quais você deve, pelo menos, tentar...



    A primeira: pode ser que você tenha êxito.



    A segunda: mesmo que não tenha êxito, a simples tentativa de transformar o  seu mínimo em máximo fará com que você olhe para frente, em vez de olhar  para trás. Fará com que você substitua seus pensamentos negativos por  pensamentos positivos. Despertará as suas energias criadoras, fazendo com  que você fique ocupado, que não tenha tempo nem vontade de lamentar o que  já ficou para trás, o que já passou para sempre.



    Certa ocasião, um violinista de fama mundial estava se apresentando num  concerto em Paris, quando uma das cordas de seu violino subitamente se  partiu. Ele não se perturbou e terminou a melodia com apenas três cordas. 



    Assim é a vida: se uma corda se parte, continue apenas com as três  restantes... Lembre-se sempre: a coisa mais importante da vida não é  capitalizar sobre os nossos ganhos. Qualquer idiota pode fazer isso. O que é  realmente importante é tirar proveito das nossas perdas. Isso requer  inteligência e constitui a diferença entre um homem sensato e um tolo.

     

    Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que 
    precisarás passar para  atravessar o rio da vida. 
    Ninguém, exceto tu, só tu podes fazê-lo. 
                 

    Texto de Dale Carnegie

  • Sexta-Feira, 18/09/2015

    O Perdão

    Ela se chamava Mega e tinha uma chefe terrível. Quando Mega chegava pela manhã e falava "bom dia", a chefe respondia com uma pergunta:
    - Por que não chegou mais cedo?
    Se chegasse antes da hora, a chefe não estava lá, mas ficava sabendo e lhe perguntava se ela não sabia qual o horário do expediente, mesmo depois de trabalhar ali há tantos anos. 
    Era uma mulher má, implicava com tudo, até que um dia Mega se cansou e decidiu se demitir:
    - Vou sair, mas antes vou dizer tudo o que tenho vontade.
    Exatamente naquele dia ela estava almoçando quando encontrou a Dra. Casarjian que a convidou para assistir a um treinamento, naquela  tarde ao que ela respondeu:
    - Não posso, tenho expediente a cumprir.
    - E por que não?
    Mega falou sobre a chefe que vivia implicando com ela e a Dra. Casarjian lembrou que pior a situação não poderia ficar, além do que, se a chefe lhe desse uma bronca por faltar ao trabalho, naquela tarde, ao menos teria motivo.
    Mega lembrou que no dia seguinte iria se demitir, por isso resolveu ir ao encontro. Ali ouviu referências a respeito do perdão. A Dra começou a palestra:
    - O perdão é bom para você... Se você perdoar alguém que o ofendeu ele continua do mesmo jeito mas você se sentirá bem. 
    Se você perdoar o mentiroso, ele continuará mentiroso mas você não se sentirá mal por causa das mentiras dele.

    Ao final do treinamento, Mega concluiu que a sua chefe estava muito doente e tirou a chefe da cabeça e tomou uma resolução:
    - Não vou deixar que ela me atormente mais. 
    E nem vou abandonar o trabalho que eu gosto.
    No dia seguinte, Mega chegou e cumprimentou sua Chefe:
    - Olá.
    A chefe foi logo lhe perguntando o que tinha acontecido. Ela estava diferente. Mega falou que havia participado de um treinamento e que estava bem consigo mesma e até convidou a chefe para tomar chá, ao final da tarde.... a reação veio logo:
    - Você está me convidando só para eu não reclamar de você?
    Mega calmamente lhe respondeu:
    - Pode reclamar, até mandar descontar as minhas horas. 
    Mas eu insisto no chá.
    E foram. Durante o chá, a chefe falou da sua surpresa em ter sido convidada para aquele chá. Ela sabia que era intratável... também falou da sua emoção... nunca ninguém a convidara para um lanche, um café e acabou por falar das suas dores. O marido lhe batia, o filho vivia no mundo das drogas. Por isso ela odiava as pessoas... era infeliz e agredia.
    Semanas depois, era a própria chefe que comparecia ao novo treinamento da Dra. Casarjian a respeito do perdão.
    Perdoar é libertar-se. Quando alguém nos agride é porque este alguém está a um passo do desequilíbrio e não pode nem imaginar o quanto se encontra enfermo.
    Sem dúvida, a felicidade pertence sempre àquele que pode oferecer, que a possui para dar. Nosso maior exemplo é Jesus... poderia ter reagido às agressões, mas preferiu perdoar e amar, por saber que aqueles que o afligiam eram espíritos atormentados em si mesmos... por essa razão, dignos de perdão.

    Maktub

Pesquisar artigos anteriores

Dar esmola para moradores de rua resolve problema social?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas