Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Ieda Almeida

  • Sexta-Feira, 09/01/2015

    Um passo a mais

    Não importa há quanto tempo você esteja andando para o Norte, com apenas um passo você é capaz de andar para o Sul. O que é preciso para dar uma volta de 180o na sua vida? Apenas um passo.

    Você está apenas um passo de uma dieta mais equilibrada, a um passo de melhorar suas finanças pessoais, a m passo de ter um relacionamento mais gratificante .Daqui a um minuto, seus piores problemas podem estar todos atrás de você, ao invés de estarem na sua frente.

    Com apenas um passo, o melhor dia da sua vida pode ainda estar por vir, e não estar perdido em algum lugar do passado distante. Num instante, todas as energias negativas na sua vida podem ser redirecionadas para alguma coisa positiva. Apenas um passo é necessário para romper a inércia, e dar a sua vida o rumo que você realmente gostaria que ela tivesse.

    (Ralph Marston)

  • Quinta-Feira, 08/01/2015

    Meu Coração e Minha Língua

    Meu coração e minha língua fizeram um trato: quando meu coração estiver enfurecido, minha língua guardará silêncio.

    As palavras respondem aos sentimentos, e os sentimentos às idéias. Por isso é impossível dominar nossas palavras se não somos senhores de nossos sentimentos; e estes sentimentos irão se acalmando segundo a força de nossas ideias.

    A um coração que não se domina, responderão palavras violentas e ferinas; a um coração fechado em si, sucederão palavras e atitudes que depreciam os demais.

    Por conseguinte, me calarei quando meu coração não estiver sossegado e em calma; não falarei, pois seguramente me arrependerei do que disser ou, pelo menos, do modo como o disser, ou do momento em que o disser.

    Se em geral o coração não costuma ser bom conselheiro, menos o será quando não estiver em paz e não se sentir senhor de si mesmo.

  • Quarta-Feira, 07/01/2015

    Faxina na alma

    Não importa onde você parou,
    em que momento da vida você cansou,
    o que importa é que sempre é possível
    e necessário “Recomeçar”.
    Recomeçar é dar uma nova
    chance a si mesmo.
    É renovar as esperanças na vida
    e o mais importante:
    acreditar em você de novo.
    Sofreu muito nesse período?
    Foi aprendizado.
    Chorou muito?
    Foi limpeza da alma.
    Ficou com raiva das pessoas?
    Foi para perdoá-las um dia.
    Sentiu-se só por diversas vezes?
    É por que fechaste a porta até para os outros.
    Acreditou que tudo estava perdido?
    Era o início da tua melhora.
    Pois é!
    Agora é hora de iniciar,
    de pensar na luz,
    de encontrar prazer nas coisas simples de novo. Que tal um novo emprego?
    Uma nova profissão?
    Um corte de cabelo arrojado, diferente?
    Um novo curso,
    ou aquele velho desejo de apender a pintar,
    desenhar,
    dominar o computador,
    ou qualquer outra coisa?
    Olha quanto desafio.
    Quanta coisa nova nesse mundão
    de meu Deus te esperando.
    Tá se sentindo sozinho?
    Besteira!
    Tem tanta gente que você afastou
    com o seu “período de isolamento”,
    tem tanta gente esperando apenas um
    sorriso teu para “chegar” perto de você.
    Onde você quer chegar?
    Ir alto.
    Sonhe alto,
    queira o melhor do melhor,
    queira coisas boas para a vida.
    pensamentos assim trazem para nós
    aquilo que desejamos.
    Se pensarmos pequeno,
    coisas pequenas teremos.
    Já se desejarmos fortemente o melhor
    e principalmente lutarmos pelo melhor,
    o melhor vai se instalar na nossa vida.
    E é hoje o dia da Faxina Mental.
    Joga fora tudo que te prende ao passado,
    ao mundinho de coisas tristes,
    fotos,
    peças de roupa,
    papel de bala,
    ingressos de cinema,
    bilhetes de viagens,
    e toda aquela tranqueira que guardamos
    quando nos julgamos apaixonados.
    Jogue tudo fora.
    Mas, principalmente,
    esvazie seu coração.
    Fique pronto para a vida,
    para um novo amor.
    Lembre-se somos apaixonáveis,
    somos sempre capazes de amar
    muitas e muitas vezes.
    Afinal de contas,
    nós somos o “Amor”.

    Paulo Roberto Gaefke

     

     

  • Terça-Feira, 06/01/2015

    Lenda Árabe

    "Diz uma linda lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto e, em um determinado ponto da viagem, discutiram. Um Deles, ofendido sem nada a dizer, escreveu na AREIA:

    HOJE, MEU MELHOR AMIGO ME BATEU NO ROSTO.

    Seguiram e chegaram a um oásis onde resolveram banhar se. O que havia sido esbofeteado começou a afogar-se sendo salvo pelo amigo. Ao recuperar-se pegou um estilete e escreveu numa pedra:

    HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA.

    Intrigado, o amigo perguntou: Por que depois que te bati, você escreveu na areia e agora que te salvei escreveu na pedra? Sorrindo, o outro amigo respondeu:

    Quando um grande amigo nos ofende, deveremos escrever na areia onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam De apagar; porém quando nos faz algo grandioso, devemos gravar na pedra da memória do coração onde vento nenhum do mundo poderá apagar."

    "Só é necessário um minuto, para que simpatize com alguém, uma hora para gostar de alguém, um dia para amar alguém, mas precisa de toda uma vida para que possa esquecê-lo."

     

  • Segunda-Feira, 05/01/2015

    A flor amarela

    Esta é uma lenda sobre a flor amarela num jardim. Ela floresce uma vez só por ano então murcha e cai.
    Quando um visitante entrou no jardim, ouviu reclamações de todos os lados. A mangueira manifestou então sua intenção de ser uma palmeira.

    - Por que? - Perguntou o visitante.

    - Porque a árvore toda é útil - o fruto, as folhas, os galhos e até o tronco, enquanto em mim, mangueira somente o meu fruto é de utilidade.

    A palmeira invejava a mangueira por ter seus frutos exportados.
    Todas as plantas tinham inveja umas das outras. O visitante escutou todas as reclamações, até que avistou a pequena flor amarela.

    Por que você não está reclamando como as outras plantas?

    - A flor então respondeu: Eu costumava a olhar para o coqueiro e invejava suas folhas ao vento. Tinha o desejo de produzir frutos suculentos como as mangas.

    Então pensei; se Deus quisesse que eu fosse como a mangueira e a palmeira, ele teria me criado igual a elas. Mas sabe Deus me fez: uma flor amarela

Pesquisar artigos anteriores

A redução da estrutura das escolas públicas pode prejudicar ainda mais o nível de ensino?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas