Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Sexta-Feira, 23/02/2018

    Carnaval de Rua em Passo Fundo é cancelado por falta de recursos financeiros

    A retomada do Desfile de Carnaval de Rua de Passo Fundo não saiu do papel. Devido a dificuldades financeiras o Carnaval de Rua, que estava marcado para os dias 9 e 10 de março, na Avenida Sete de Setembro, foi oficialmente cancelado pela Liga das Escolas de Samba. Em entrevista à Uirapuru, o presidente da Liga, Volmar Santos, contou que a decisão foi tomada em reunião com as escolas, na última quarta-feira (21). Explicou que faltou apoio das empresas e frisou que se a prefeitura tivesse dado a estrutura seria mais fácil. Somente a estrutura custaria quase R$ 200 mil. Por isso, sem verbas, sem cachês para as escolas e com custos altos, a Liga não teve condições de dar continuidade à programação. Os ingressos para arquibancada e camarotes também não tiveram muita saída. Volmar Santos informou que quem comprou ingresso terá o dinheiro devolvido. Disse que a organização da festa está chateada com a situação, as escolas estavam ensaiando os seus enredos e a corte eleita, mas é preciso fazer um Carnaval com os pés no chão e na altura de Passo Fundo. O carnavalesco acredita que no ano que vem, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, será possível realizar o desfile. Contou que quatro empresas, sendo duas de Passo Fundo, já estão comprometidas com evento em 2019. A ideia é fazer um Carnaval regional, com escolas de samba de outras cidades.

  • Quinta-Feira, 22/02/2018

    Havan confirma construção de megaloja em Passo Fundo na Avenida Brasil no bairro Petrópolis

    Foi confirmado no final da tarde desta quarta-feira (21) Passo Fundo e Caxias do Sul as cidades que deverão ser instaladas as duas primeiras unidades das lojas da rede Havan no estado do Rio Grande do Sul. O anúncio foi feito pelo presidente da rede, Luciano Hang. O investimento segundo Luciano seria de R$ 25 milhões de reais cada loja  e as obras após iniciadas deverão ser entregues no prazo de 60 a 90 dias. Em Passo Fundo a loja será construída na Avenida Brasil – Leste no bairro Petrópolis.

  • Quarta-Feira, 21/02/2018

    Vereador Beto Toson comanda reunião que trata sobre o descarte de resíduos de restaurantes

    Uma reunião provocada pelo vereador Roberto Gabriel Toson (PSD), buscou alternativas para o descarte de resíduos gerados por estabelecimentos de comida oriental. A ação, que é realizada em diversos pontos da cidade, devido ao grande número destes restaurantes, tem causado transtornos aos moradores das redondezas, que vem reclamando do cheiro deixado pelos detritos. Para tratar sobre a questão, os proprietários destes estabelecimentos participaram da conversa. Por um lado, a ação tem incomodado os moradores das proximidades devido aos fortes odores, por outro, os donos destes restaurantes seguem sem o auxílio dos órgãos competentes na construção de um regramento para este tipo de rejeito. Eles questionam que o descarte destes resíduos não são os únicos que causam odores e que é necessária a criação de uma norma que abranja todos os estabelecimentos do gênero alimentício, uma vez que apenas proprietários desse segmento vem sendo penalizados. Outro ponto questionado, diz respeito ao recolhimento dos resíduos, já que em muitos locais a coleta fica por até três dias sem acontecer. Para dar prosseguimento à questão, na próxima terça-feira (27), às 14h, a Comissão de Cidadania, Cultura e Direitos Humanos (CCDH) realizará uma nova reunião em que, além dos proprietários destes estabelecimentos, serão convidados representantes da Codepas - responsável pela coleta seletiva - Vigilância Sanitária, Sindicato dos Restaurantes e Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Os vereadores Rafael Colussi (Dem) e Claudio Luiz Rufa (PP), também participaram das tratativas.

     

     

     

  • Terça-Feira, 20/02/2018

    Moradores aprovam semáforos entre as ruas Cel. Chicuta e Minas Gerais

    Entrou em funcionamento na última sexta-feira  os semáforos nos cruzamentos da Rua Minas Gerais x Rua Cel. Chicuta e Rua Minas Gerais x Rua Daltro Filho. A semaforização dos cruzamentos é uma antiga demanda de motoristas e pedestres e tem por objetivo disciplinar o trânsito, além de trazer mais segurança aos usuários. Por isso, chama a atenção aos condutores e aos pedestres que trafegam pelo local, em virtude da nova sinalização. Seu Alcindo, morador das proximidades, avaliou em entrevista para a Rádio Uirapuru como positiva a colocação dos semáforos. “Agora melhorou 100% o trânsito que antes era um caos. Agora ficou bom e só tem tendência em melhorar” diz o morador. De acordo com o morador, ainda tem alguns condutores que entram na contramão, mas a mudança tende a melhorar o fluxo no local que é intenso. A Rádio Uirapuru acompanha há anos a situação e a reivindicação dos moradores do local. As sinaleiras foram instaladas em março de 2017 e só tiveram o funcionamento iniciado na última sexta-feira .

  • Segunda-Feira, 19/02/2018

    Prefeitura fará mutirão nessa semana pra cadastro de famílias da grande Vera Cruz

    O prazo para o cadastro das famílias da grande Vera Cruz ao programa Cartão Reforma, do governo Federal, está chegando ao fim. As inscrições vão até o dia 28 de fevereiro. Até a semana passada apenas 55 haviam se candidatado. Por isso, a Secretaria municipal de Habitação vai fazer um mutirão. Durante toda essa semana, além da sede da secretaria, as inscrições serão realizadas na Escola Daniel Dipp e no CRAS II, na Hípica. A informação foi dada pelo secretário Paulo Caletti durante o Repórter do Povo e a Municipalidade de sábado (17). Ao todo, 200 famílias, que cumprirem todos os critérios do programa, serão selecionadas para receber entre R$ 2 mil a R$ 9 mil. O recurso é para a compra de materiais de construção para reformas nas residências. Para se inscrever é preciso ter cadastro no CADÚnico, ter renda familiar de até R$ 2.811, ser maior de 18 anos ou emancipado, ser o dono do imóvel a ser beneficiado e morar nele e não possuir outro imóvel. Quem não possuir escritura do imóvel, pode apresentar outro documento que comprove o vínculo. É preciso ainda fornecer a mão de obra até o final da execução do serviço. Caletti explicou que as famílias serão escolhidas pelo Ministério das Cidades, à secretaria cabe confirmar os dados prestados pelo candidato, que no ato da inscrição deve informar quais são as reformas que pretende fazer no imóvel, o valor liberado será conforme o tipo de serviço. Entre os mais comuns reforma ou construção de banheiro e de quarto, troca de telhado, instalações de água e esgoto, reboco ou pintura e obras de acessibilidade. A Secretaria de Habitação fica localizada na Avenida Brasil Leste, 1504, sala B, em frente ao Cais Petrópolis.

Pesquisar artigos anteriores

A intervenção federal pode ser a saída para resolver problemas na segurança pública de todos os Estados?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas