Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Quarta-Feira, 16/08/2017

    Trânsito e mobilidade urbana são tema de debate

    A história e a situação atual do trânsito foram alguns dos temas abordados na tarde desta terça-feira, dia 15 de agosto, durante o seminário 160 Anos Mobilidade Urbana e Trânsito de Passo Fundo. Promovido pelo Núcleo de Educação para o Trânsito da Secretaria de Segurança Pública da Prefeitura de Passo Fundo, o evento contou com a presença de representantes do Cetran, do Detran e do IGP. Para Raquel Rubio, chefe do Núcleo de Educação para o Trânsito, o seminário cumpriu seu papel de mostrar a construção do trânsito e da mobilidade em Passo Fundo. “O seminário foi muito importante, porque conseguimos conhecer a história da formação da nossa cidade e como foram pensadas as ações de mobilidade. Tivemos uma importante participação de pessoas da região, como Marau, Erechim e Carazinho, que também conseguiram entender essa formação”, comenta. O evento possibilitou ainda compartilhar com a sociedade a história da evolução do trânsito no que diz respeito à mobilidade urbana, abordando os princípios básicos do trânsito seguro. Também foi abordada a história contemporânea dos projetos de mobilidade urbana nos últimos cinco anos e a transformação da cidade, além da apresentação de dados estatísticos que representam a região de Passo Fundo no que se refere à utilização das vias públicas. Da parte dos representantes dos órgãos de segurança, foi apresentada a conjuntura atual do trânsito, com a participação de Luiz Noé Souza Soares, presidente do Cetran, Ana Jodelis, chefe da Divisão de Fiscalização de Trânsito do Detran, e Ricardo Telló Durks, diretor do IGP.0
    Além das palestras, durante o período de realização do evento aconteceu uma exposição de trabalhos de educação para o trânsito realizados pelos multiplicadores da Educação para o Trânsito de Passo Fundo.

  • Terça-Feira, 15/08/2017

    Programação da Jornada Nacional de Literatura leva cultura para Porto Alegre

    A cidade de Porto Alegre recebe uma programação diversificada até a próxima segunda-feira, voltada para a Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo, que acontece de 2 a 6 de outubro. A programação, que iniciou ontem (14), foi criada para mostrar as marcas e as potencialidades da nossa cidade, que é a capital do Norte do Rio Grande do Sul. Organizada pela Prefeitura de Passo Fundo e governo do Estado, a Semana de Passo Fundo terá diversas atividades, além do destaque à Feira do Livro de Passo Fundo e à 16ª Jornada Nacional de Literatura. O Solar dos Câmara recebeu ontem o encontro “Educação Literária: Novas leituras e novos leitores”, com Tania Rösing, idealizadora da Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo, e Regina Zilberman, professora da Ufrgs e especialista em Literatura Infantojuvenil e História da Literatura. Nesta terça-feira, às 17h30, na Casa de Cultura Mario Quintana, terá o pré-lançamento da 31ª Feira do Livro de Passo Fundo com a presença do patrono Luis Fernando Veríssimo. A música ganha espaço na agenda, na quinta, 18h, na Travessa dos Cataventos, com a banda Chaise Brothers, de Passo Fundo, fundada pelos irmãos Gustavo Chaise e Maurício Chaise, com repertório de covers. Em entrevista na Uirapuru, o coordenador da Jornada, Miguel Retenmaier, explicou que neste ano a jornada está atraindo também os chamados leitores da noite. Como inciativa, divulgar o evento na capital atrairá mais pessoas e também vai mostrar ao Estado um pouco mais do evento que é destaque nacional e internacional, com autores presentes vindos de outros países.Para Miguel, seguir com a Jornada exige planejamento, divulgação e programação de qualidade, ultrapassando as fronteiras de Passo Fundo, sem deixar de lado nossos leitores que fizeram da cidade a Capital Nacional da Literatura.

  • Segunda-Feira, 14/08/2017

    Alterações no clima vão causar extinção de plantas muito em breve e impacto direto na produção agrícola, avalia agrônomo

    Nos últimos dias a gangorra do tempo trouxe calor acima de 25°C em pleno inverno, confundindo a natureza. Nas ruas, plantas estão florescendo antes da hora, em pleno inverno. O agrônomo Reni Três, que também faz parte Conselho Municipal de Arborização Urbana (COMAU), falou na Uirapuru sobre esta nova realidade. Conforme ele, temperaturas fora do normal estão dando um reflexo direto nas plantas, que são o radar da natureza. Explicou que isso mostra que algo está errado no mundo quando se fala em temperatura. No dia a dia da população, além de problemas na saúde, os maiores prejuízos estão na produção de alimentos, pois as plantas são pegas de surpresa em uma fase em que não suportar tal temperatura, que pode ser baixa ou muito alta. Citou casos de plantas que estão desaparecendo diante de ondas de frio muito intensas e outras que simplesmente não se desenvolvem com o calor em pleno inverno. Para o agrônomo é preciso pensar mais no impacto causado no clima, pois é algo muito mais profundo do que simplesmente uma planta florescer mais cedo. A curto prazo, o que será sentido neste inverno vai ser diminuição de produção e consequente impacto na economia.

     

     

  • Sábado, 12/08/2017

    Edital prevê espaço gastronômico noturno no prédio Histórico da Gare assumido por empresário

    A Gare é um parque que recebe milhares de pessoas durante a semana e a falta de restaurante ou lanchonete legalmente estabelecidos é reclamação dos usuários. Um parque tão bem estruturado sendo atendido por ambulantes e por vizinhos que nas ruas laterais ao parque abriram estabelecimentos e cobrando muitas vezes preços abusivos. A lanchonete está vazia, um espaço privilegiado do Parque. O antigo prédio da Feira do Produtor, que poderia ser uma opção, também não está sendo utilizado para esse fim, como foi projetado inicialmente. A recente licitação para a contratação de um novo responsável pela lanchonete há quase dois meses não teve definição de vencedor. Em entrevista na Uirapuru, a secretária municipal de Planejamento, Ana Paula Wickert, explicou que o processo licitatório segue em andamento. Por cerca de seis meses a lanchonete ficou aberta, mas o empresário devolveu o prédio. Como é um processo licitatório há uma série de exigências, como por exemplo CNPJ da área da alimentação. Recentemente houve um vencedor, mas este perdeu o prazo da documentação, sendo necessário agora aguardar o chamamento e os prazos dos demais interessados. A secretária explicou que a licitação sempre proibiu a venda de bebidas, mesmo antes da lei municipal, pelo fato de ser um parque voltado para a família e a saúde. Para a secretária o maior entrave para alguns empresários é que o ponto não está na rua, mas isso pode trazer outras vantagens aos possíveis interessados, como a estrutura do parque. Sobre o prédio histórico da Gare, da antiga Feira do Produtor, a secretária explicou que foi publicado um edital de licitação para aquele local onde funcionará um complexo gastronômico. Neste projeto haverá área de restaurante e área de exposições. Este espaço gastronômico não vai concorrer com a lanchonete, pois será noturno. O edital prevê que o prédio será reformado pelo empresário a utilizar este espaço assim que pronto.

  • Sexta-Feira, 11/08/2017

    Prefeitura contrata seis clínicas veterinárias para castração de animais pelo programa É o bicho

    O programa É o Bicho já realizou mais de 2.200 castrações de animais de estimação, evitando o possível nascimento de 26.400 animais. Para dar continuidade a esse trabalho, que visa a redução da procriação descontrolada e o abandono de animais em áreas urbanas, a prefeitura contratou seis clínicas veterinárias para a prestação dos serviços. Esse processo foi feito através de edital. O É o Bicho é fundamental para o desenvolvimento de políticas públicas de bem-estar animal. Além do controle, a esterilização melhora a qualidade de vida dos animais domésticos ao evitar a incidência de doenças e problemas de comportamento inadequados ao convívio com outros animais e seres humanos. A última edição foi realizada na terça-feira (8), na Vila Bom Jesus.  

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que a Reforma Política em andamento no Congresso vai moralizar o País?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas