Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Segunda-Feira, 06/02/2017

    Atenção estudantes: começam nesta terça as inscrições para o FIES

    As inscrições para o Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior – FIES iniciam nesta terça-feira (7). O endereço eletrônico para as inscrições é fiesselecao.mec.gov.br. Elas encerram na próxima sexta-feira (10). O FIES é utilizado para o pagamento de 10% a 100% do valor da mensalidade. A taxa efetiva de juros do financiamento é de 6,5% ao ano para todos os cursos. Só na Universidade de Passo Fundo (UPF), até o ano passado, aproximadamente 4,5 mil estudantes dependiam do FIES. Podem recorrer ao fundo quem estiver matriculado em cursos superiores que tiverem uma avaliação positiva nos processos que são conduzidos através do Ministério da Educação. É preciso que eles tenham alcançado uma nota igual ou superior a 450 pontos no ENEM. Bolsistas parciais do ProUni também pode participar. Mais informações com a Central de Relacionamento do MEC pelo telefone 0800-616161. Os candidatos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) tem até a próxima quarta-feira (8) para realizar a sua matrícula.

  • Sábado, 04/02/2017

    Alunos da educação infantil municipal iniciam aulas na segunda- feira

    Nesta segunda- feira iniciam as aulas da rede municipal de educação infantil. Os professores já estão em atividades desde o último dia 1º, planejando aulas e acertando os detalhes para este ano letivo. Conforme a coordenadora de educação infantil do município, Marla Maffi, a Secretaria de Educação de Passo Fundo está concentrando esforços para que não faltem professores para as aulas. Isso pode fazer com que alguns setores secundários da escola fiquem desassistidos, já que a prioridade são as aulas. Marla revelou que houve um aumento no número de alunos na ordem de 11,4% na rede municipal neste ano.Boa parte se deve à migração das escolas particulares para a pública. Conforme ela, os pais devem ficar atentos aos horários do primeiro dia de aula, além da matrícula e documentação correta dos filhos. Qualquer dúvida pode ser tirada pelo telefone 3581-4322 na central de matrículas do município.

     

  • Quinta-Feira, 02/02/2017

    Secretário alerta: queima de lixo é crime ambiental e responsáveis podem ser autuados

    O corpo de bombeiros atendeu no inicio da semana um incêndio em um matagal no bairro Dona Eliza ocasionado por queima de lixo. Esse tipo de atividade é considerado crime ambiental. O secretário municipal do Meio Ambiente, Rubens Astolfi, explica que não há motivo para esse tipo de conduta porque o município tem serviços para a destinação correta de todos os tipos de materiais, desde construção civil a lixo doméstico. Aqueles que forem identificados por colocar fogo em resíduos, independente da quantidade, vão ser autuados administrativamente pela Prefeitura. O processo também será encaminhado ao Ministério Público, onde o cidadão responderá a inquérito civil. O secretário destaca que, além da poluição ambiental, queimar lixo oferece riscos a segurança da população. As chamas podem se alastrar rapidamente e causar acidentes. As denúncias podem ser feitas diretamente à Secretaria Municipal do Meio Ambiente, pelo telefone 3317-2529, ou para o Batalhão Ambiental da Brigada Militar, 3316-3540. É importante que sejam repassadas todas as informações para que os responsáveis sejam identificados.

  • Quarta-Feira, 01/02/2017

    Atenção pais: matrículas para o 1º ano do ensino fundamental já podem ser feitas

    Já Começou o período de matrículas para os alunos do 1º ano do ensino fundamental de Passo Fundo. Elas devem ser concluídas até o dia 13 de fevereiro, uma semana antes do início das aulas, que será no dia 20. Os pais ou responsáveis precisam comparecer nas escolas para a efetivação do processo e garantia da vaga. A lista dos alunos e as respectivas escolas está disponível no site da Prefeitura (www.pmpf.rs.gov.br). Foram ao todo 1.200 alunos inscritos para o 1º ano. Foi registrado um acréscimo de 11,4% comparado ao ano passado. Eles foram divididos entre 56 turmas nas 34 escolas municipais de Ensino Fundamental, conforme a proximidade da sua residência. Os documentos necessários são: certidão de nascimento ou carteira de identidade do aluno, carteira de identidade ou CPF dos responsáveis, comprovante de residência (preferencialmente no nome dos responsáveis legais pelo aluno), carteira de vacinação, laudo de comprovação de deficiência, transtorno ou alta habilidade (se houver) e foto 3x4 do aluno. Os estudantes do 2º ao 9º ano devem preencher um formulário no mesmo endereço eletrônico (www.pmpf.rs.gov.br). Já as inscrições e matrículas para a educação infantil são realizadas nas próprias escolas, sendo que as inscrições ficam abertas o ano todo e as matrículas são feitas conforme disponibilidade de vagas.  Mais informações na Central Municipal de Matrículas, que fica na Avenida Rui Barbosa, Petrópolis, ou pelos telefones (54) 3581-4322 ou (54) 3316-7187.

  • Terça-Feira, 31/01/2017

    Escola Passo Fundo muda de metodologia

    A partir desse ano, a Escola Estadual de Ensino Fundamental de Passo Fundo, antiga Escola Aberta, na Vila Victor Issler, vai mudar a metodologia de ensino. A ideia é preparar os alunos para que eles retornem às escolas convencionais e sejam reintegrados à sociedade. O anúncio foi feito pelo responsável da 7ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Santos Misturini, em entrevista à Uirapuru. A Escola de Passo Fundo atua há mais de 20 anos atendendo crianças e adolescentes que não se adaptaram ao dia a dia de uma instituição convencional. Elas são encaminhadas pelo Conselho Tutelar e pela Promotoria. Além de transporte escolar gratuito e alimentação, elas recebem atividades lúdicas e pedagógicas. Mas, segundo Santos, os estudantes frequentam à instituição conforme o seu interesse, eles não tem a obrigação de participar de todas as atividades e ir à escola todos os dias. Isso é o que deve mudar a partir de agora. Ele explicou que a Escola Aberta foi criada para retirar essas crianças e adolescentes das ruas. Mas, ao longo dos anos, foi verificado que a maioria não era reintegrada à sociedade. Por isso, a decisão de mudar a metodologia. Com a nova proposta, os alunos do 3º, 4º e 5º serão preparados para cursar o sexto ano em uma escola convencional, sendo ela municipal ou estadual. A ideia é de que eles não fiquem com uma faixa etária muito discrepante dos demais alunos. Santos contou que hoje tem alunos com 13 anos no terceiro ano do ensino fundamental. Eles vão ser submetidos a provas ao final de cada ano. O coordenador disse que a mudança é fundamental porque a escola é uma ferramenta de construção de conhecimento e de integração do indivíduo na sociedade.

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que a fiscalização deve ser rigorosa contra o comércio informal em Passo Fundo?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas