Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Quinta-Feira, 09/03/2017

    Governo federal define em breve se licitação do Aeroporto de Passo Fundo será feita pelo Estado ou município

    O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, esteve ontem (08) na Secretaria de Aviação Civil do Governo Federal, em Brasília, para tratar da reforma e ampliação do Aeroporto Lauro Kortz de Passo Fundo.

     

    A expectativa do governo federal é ter o edital de licitação pronto no segundo semestre deste ano. Está sendo avaliado se o processo licitatório deve ser feito pelo governo do Estado ou pelo Município.

     

    Conforme o diretor do Departamento de Gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos, Eduardo Bernardi, o Lauro Kortz é um dos aeroportos brasileiros que estão em condições de ter a obra licitada.

     

    No final do ano passado, representantes da Secretaria de Aviação fizeram uma visita técnica ao Aeroporto e afirmaram que Passo Fundo deveria ser o primeiro município do Rio Grande do Sul a receber os investimentos. As obras no aeroporto devem beneficiar mais de 70 municípios da região, que usam o terminal.

     

    A modernização do Aeroporto Lauro Kortz terá investimento superior a R$ 45 milhões. Os recursos servirão para a construção de novo terminal de passageiros, com 2,1 mil metros quadrados, ampliação das cabeceiras, novo pátio de aeronaves, pista de taxiamento para até seis aeronaves e capacidade de atendimento de até 1 milhão de passageiros por ano. A expectativa é de que a definição sobre quem fará a licitação aconteça nos próximos dias.

  • Quarta-Feira, 08/03/2017

    Passo Fundo terá feira voltada para agronegócios em 2018

    Um importante anúncio foi feito na Expodireto Cotrijal referente a agricultura de Passo Fundo. Em entrevista na Uirapuru, o presidente da Acisa, Lamar Sakis, explicou que a cidade terá, nos dias 18 e 19 de abril, um Fórum do Milho e do Trigo.

     

    O evento será uma prévia para as empresas e entidades participantes saberem mais sobre a Fenagro 2018. A feira deverá ocorrer em abril de 2018 no Parque Wolmar Salton, que terá agora um ano para ser preparado.

     

    Sakis explicou que a ideia é resgatar a potencialidade dos produtores e empresas locais e regionais, fazendo de Passo Fundo um palco para desenvolvimento do agronegócio também para o pequeno produtor. Evandro Silva, da Qualitá Marketing, explicou que o evento é uma discussão antiga dos empreendedores.

  • Terça-Feira, 07/03/2017

    Comandante-geral da Brigada Militar afirma: a prioridade do governo é a segurança do interior do Estado

    A crescente onda de assaltos a Bancos em cidades do interior do Estado, muitas destas sem qualquer policial, está preocupando a Secretaria Estadual de Segurança e o governo. Uma rápida ação da Polícia Civil gaúcha e da Brigada Militar está ocorrendo para desmantelar estes criminosos.

     

    Em entrevista na Uirapuru, o comandante-geral da Brigada Militar, Coronel Andrei Silvio Dalmagro, explicou que o interior do Estado é a prioridade da corporação.

     

    Conforme ele, estuda-se a realocação de policiais no interior, mantendo um mínimo de cinco policiais em cada cidade, fazendo frente desta forma a ação de bandidos.

     

    Em julho haverá a formatura de mais 1.060 policiais, que podem suprir esta lacuna em muitas cidades.

  • Segunda-Feira, 06/03/2017

    Agronegócio é o que mantém o país em pé

    Safra bem encaminhada, clima ajudando, início da recuperação do país são alguns dos motivos apontados pelo vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder, para a expectativa de sucesso da feira. Para ele, a manutenção positiva do PIB do agronegócio é que o faz acreditar que é este setor que mantém o Brasil em pé.

     

    “O papel do agro é muito importante no país e este ano, com uma safra bem encaminhada como a que estamos tendo, nos parece que especialmente este setor vai ajudar a retomada do crescimento do país”, comenta. Além disso, a expectativa é de um melhor ânimo entre os produtores, com lavouras com bom rendimento, tanto na produção de milho quanto na de soja, o que deve aumentar o otimismo do setor.

     

    Por isso, a Expodireto, segundo Schroeder, é o local onde os produtores irão em busca de coisas novas: “os produtores precisam acompanhar as novidades e precisam estar atentos a isso, porque as inovações acontecem de uma forma muito rápida e a Expodireto cumpre este papel. A feira oportuniza a produtores, técnicos que se atualizem e a cada ano possam se modernizar”, salienta.

     

    Grande expectativa Depois de mais de um ano de incertezas na economia brasileira, com enorme expetativa em torno do crescimento do PIB, da aceleração econômica e da retomada do crescimento do país, a Expodireto Cotrijal 2017 chega hoje com todos os estandes comercializados, com capacidade para superar o número de visitantes dos anos anteriores, com melhorias na infraestrutura interna e no entorno do parque: “tudo para que os expositores, visitantes e quem trabalha na feira possam ser recepcionados com todo conforto que merecem”, ressalta Schroeder.

     

    Este ano serão mais de 500 expositores. No ano passado, a Expodireto recebeu mais de 210 mil visitantes e os 554 expositores fecharam R$ 1,518 bilhão em negócios, e representantes de mais de 70 países estiveram na feira entre os cinco dias de visitação. Para este ano, a expectativa é superar estes números.

     

    Trabalho de excelência Conforme o vice-presidente da Cotrijal, a produção vem crescendo a cada ano e o setor realiza um trabalho de excelência e a Expodireto contribui no sentido de que mostra o que há de melhor em máquinas, palestras, pesquisas.

     

    “A feira faz com que se tenha amplo conhecimento e proporciona um debate extremamente importante. E cada edição vem com um grande diferencial, a cada ano são apresentadas as principais novidades para os produtores”, avalia.

  • Sexta-Feira, 03/03/2017

    Hospital Bezerra de Menezes segue recomendações do Ministério Público Federal para adequações

    Com base na vistoria realizada pelo Ministério da Saúde ao Hospital Bezerra de Menezes, a instituição precisará fazer algumas adequações. O Ministério Público Federal (MPF) em Passo Fundo fez recomendações à instituição, a maioria de carácter administrativo.

     

    O hospital tem o prazo máximo de 120 dias para tomar as devidas providências. Entre elas a reestruturação da prática e acompanhamento do plano terapêutico singular; e a inclusão do trabalho com familiares dos pacientes da instituição, com orientação sobre diagnóstico, programa de tratamento, alta hospitalar e continuidade do tratamento.

     

    A instituição também tem que adequar as folhas de evolução médica e assentamento, assim como os registros de informação aos representantes legais ou familiares nos casos de internação, de acordo com as resoluções vigentes sobre o tema.

     

    O Hospital deve fazer ainda a instalação de detectores de fumaça nos quartos e enfermarias de psiquiatria, bem como disponibilizar pontos de oxigênio, ar comprimido e vácuo clínico.

     

    Em nota à imprensa, o Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes esclareceu que as referidas recomendações de melhorias encontram-se contempladas no plano de melhorias da capacidade instalada da instituição. Algumas delas já foram executadas.

Pesquisar artigos anteriores

Você concorda em votar no partido e não mais no candidato?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas