Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Terça-Feira, 06/02/2018

    Ministro da Saúde vem a Passo Fundo na quinta-feira para reunião e Hospital Bezerra de Menezes estará em pauta

    A situação financeira do Hospital Psiquiátrico Bezerra de Menezes, que obriga o seu fechamento, será um dos temas discutidos durante a visita do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, a Passo Fundo. A pedido do deputado estadual, Sérgio Turra (Progressistas), o ministro virá à cidade na próxima quinta-feira (8). Às 14h30, visitará o Hospital São Vicente de Paulo para analisar o projeto de instalação da unidade de transplante de medula óssea. Já às 16h se reunirá com os prefeitos e gestores da área da saúde da região. O encontro acontece no Salão de Atos da Faculdade de Direito da Universidade de Passo Fundo. O deputado Turra disse que é uma oportunidade para os municípios levarem as suas reivindicações, mostrarem as suas dificuldades e apontarem soluções. Ao mesmo tempo, o ministro sairá com ideias para aplicar em outras cidades brasileiras, principalmente relacionadas à gestão, já que Passo Fundo é o 3º polo em saúde da região Sul do país. Turra destacou que a visita do ministro Barros também será para chamar a atenção quanto à importância da continuidade dos trabalhos do Bezerra de Menezes, que atende 96 municípios e realiza, em média, 1.000 internações por ano. O progressista ressaltou que o ministro Barros será convidado a conhecer a estrutura do hospital. Ele frisou que serão apresentadas várias demandas e espera que, a partir da presença do ministro da Saúde, os objetivos comecem a ser alcançados.

  • Segunda-Feira, 05/02/2018

    Inscrições para 22 cursos profissionalizantes da Leão XIII iniciam no próximo dia 08

    Para quem busca se aperfeiçoar e conquistar uma vaga no mercado de trabalho a Assistência Social Diocesana Leão XIII oferece 22 cursos profissionalizantes. As matrículas iniciam no dia 8 de fevereiro e seguem até o dia 16. A coordenadora dos cursos, a professora Adriana Severo da Silva, ressalta que as aulas começam no dia 26 e neste ano contam com duas novidades. Uma delas é a oficina Culinária Kids - Novos Chefes, para crianças a partir de 11 anos, com o objetivo de ensinar as primeiras noções de cozinha e o aproveitamento de alimentos. Na mesma área, a professora destaca os cursos de Arte Culinária, Cozinha Industrial, Padaria Industrial e Iniciação Culinária. Outra novidade é o curso de Barbeiro Profissional, que irá ensinar técnicas de design e visagismo de barba. Há também vagas para outros cursos na área da beleza, industrial e informática. Para se inscrever é preciso levar Identidade, CPF e comprovante de residência. As inscrições devem ser feitas diretamente na Leão XIII, localizada na Rua Paissandu, 1830, em frente ao EENAV. Mais informações pelo telefone 3312-3077 e no site www.leaotreze.com.br.

  • Sábado, 03/02/2018

    Medicamentos começam a chegar na Farmácia Central

    Nos últimos dias a Rádio Uirapuru tem recebido inúmeras reclamações de falta de medicamentos, principalmente de uso contínuo, na Farmácia Central e nas unidades de saúde. Conforme a secretária municipal de Saúde, Carla Gonçalves, a prefeitura encaminhou o processo para a aquisição de medicamentos ainda em dezembro e nessa semana eles começaram a ser entregues. Os medicamentos vão primeiro para a Central de Abastecimento Farmacêutico, que fica junto à Farmácia Central. A medida em que as unidades de saúde com farmácias forem solicitando, os remédios vão sendo distribuídos. São ao todo nove farmácias básicas, incluindo a móvel. A secretária explicou que o município gradativamente vai conseguir suprir as necessidades e repor os estoques que estão em falta. Todo ano a prefeitura investe cerca de R$ 12 milhões em medicamentos. São duas compras por ano que contemplam 160 tipos de remédios, cuja quantidade varia conforme a demanda. Carla salientou que é feita uma projeção para que o estoque dure um semestre. O cálculo é feito com base na média de consumo mensal, transformado em seis meses, mais um percentual para dar conta de um possível aumento de consumo. A secretária Carla destacou que hoje há muito procura nas farmácias da cidade. Em 2012 foram realizados 1.300 atendimentos por dia, no ano passado foram quase 1.600.

  • Sexta-Feira, 02/02/2018

    Prefeitura vai avançar tratativas com a Havan e deve anunciar nos próximos dias instalação de empresa de logística na cidade

    O anúncio de que a Rede de Lojas Havan vai investir R$ 2 bilhões no Rio Grande e que Passo Fundo estaria entre os municípios escolhidos para o empreendimento, criou grandes expectativas em toda a cidade. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Eduardo Lopes da Silva (Cadu), disse que a informação não causa surpresa. Contou que a Havan já estava no radar de Passo Fundo, inclusive a prefeitura já havia entrado em contato com a empresa catarinense em 2015, mas naquele ano, a Havan decidiu que o Rio Grande do Sul não era prioritário no seu plano de expansão. O secretário disse que naturalmente a prefeitura vai buscar uma aproximação mais efetiva com a Havan para atualizar os dados e fortalecer a importância de Passo Fundo como um polo regional. Disse que provavelmente vai se encontrar com a rede nos próximos dias para tentar evoluir nas tratativas. Cadu frisou que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico trabalha para colocar Passo Fundo na linha de pensamento de grandes investidores, naturalmente alguns contatos são feitos e alguns resultados são obtidos. Um deles será anunciado em breve. Cadu disse que nos próximos dias o Executivo vai noticiar a instalação da filial de uma grande empresa de logística na cidade. O local do empreendimento já está praticamente definido pela empresa, basta agora afinar questões de licenças e prazos. O secretário explicou que para atrair investimentos de fora, a prefeitura oferece alguns incentivos, que vão depender do ramo de atuação e das necessidades impostas pela empresa. Normalmente estão direcionados a isenção do IPTU, que é um tributo municipal, disposto nas leis de incentivo, ou requisição de área. Salientou que a área sendo pública tem que passar por um processo de licitação porque a concorrência é necessária. Mas para ramos específicos, inovadores e que não tenham nada parecido na região, a prefeitura pode ofertar a área de forma direta à empresa, como foi feito com a Manitowoc que não tinha nenhuma concorrência nem mesmo no país. Já para a manutenção das atividades ou expansão de empresas locais, o Executivo pode realizar serviços de terraplanagem, asfaltamento e melhoria de infraestrutura interna dos negócios, facilitar processos de licenciamento ambiental e agilizar trâmites de processos administrativos, como aprovação de projetos e obras.

  • Quinta-Feira, 01/02/2018

    Fiscalização conjunta da proibição de beber nas ruas poderá flagrar outras irregularidades, afirma secretário

    Devido ao grande número de denúncias, reclamações e pedidos da comunidade, a Prefeitura de Passo Fundo intensificará a cobrança de cumprimento da lei que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas do município. Não é difícil ver alguém bebendo nas ruas, basta sair nos finais de semana ou em áreas próximas de onde se vendem bebidas. Em entrevista na Uirapuru, o secretário municipal de Segurança Pública, João Darci Gonçalves da Rosa, explicou que a lei proíbe o consumo em locais públicos, como praças, ruas, calçadas e parques, por isso a fiscalização vai agir nestes locais de forma mais intensa. O secretário destacou que as equipes sempre fiscalizaram, mas o momento pede uma ação mais efetiva, que deverá ocorrer em conjunto dos fiscais municipais, Brigada Militar e Guarda de Trânsito. As equipes vão abordar quem estiver nas ruas de diferentes formas, onde foragidos podem ser identificados, carros irregulares flagrados e quem for identificado bebendo será multado. Para o secretário a ação conjunta das autoridades resolverá uma série de problemas de uma única vez e trará sossego em áreas problemáticas. Reiterou que somente com fiscalização permanente a população terá consciência de que a baderna nas ruas precisa ter fim.

Pesquisar artigos anteriores

A intervenção federal pode ser a saída para resolver problemas na segurança pública de todos os Estados?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas