Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Segunda-Feira, 28/08/2017

    70% dos médicos já batem ponto nas unidades de saúde de Passo Fundo

    Assim como os pacientes, médicos também devem respeitar horários para atendimentos na rede municipal de saúde. Essa foi a afirmação do secretário de saúde, Luiz Arthur Rosa Filho. O bom andamento dos trabalhos nesta área depende, e muito, de uma rotina de cumprimento de horários determinados para consultas e exames. No entanto, em algumas situações, o atraso dos pacientes e também dos médicos, acabam gerando problemas para que o atendimento ocorra dentro do programado. Questionado sobre a exigência junto aos médicos para que cumpram a carga horária que foi contratada, o secretário Luiz Artur respondeu que existe uma permanente fiscalização. Além disso, as denúncias de não obediência do horário que chegam na secretária são verificadas e, em caso de comprovação, a cobrança ao profissional é feita. O secretário citou que está em andamento a implantação do ponto eletrônico nas unidades de saúde, que é uma ferramenta que já está contribuindo para que eventuais problemas sejam identificados e corrigidos.

  • Sábado, 26/08/2017

    Bandeira tarifária será amarela em setembro e conta de luz vai diminuir

    A bandeira tarifária para o mês de setembro será amarela, com acréscimo de R$ 2,00 a cada 100 quilowats-hora (kwh) consumidos na conta de luz. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o que determinou a mudança da bandeira de vermelha para amarela foi a melhora das condições hidrológicas nas regiões Sul e Sudeste. Em agosto, a bandeira tarifária em vigor é a vermelha patamar 1, com acréscimo de R$ 3 a cada 100 kwh consumidos. Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação do Operador Nacional do Sistema (ONS), o valor da usina térmica mais cara em operação é de R$ 411,92/megawatts/hora, o que determinou a redução da bandeira vermelha para a amarela.Custo de acionamento das usinas termelétricas: A cor da bandeira tarifária depende do custo de acionamento das usinas termelétricas. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração. Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Segundo a Aneel, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de apresentar um valor que já está na conta de energia, mas que geralmente passa despercebido.

  • Sexta-Feira, 25/08/2017

    Escola Interiorana realiza curso preparatório para Concurso da Brigada Militar

    Em julho o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, anunciou que em breve será feito um grane concurso público para selecionar policiais que atuarão na Brigada Militar.Serão mais de 4 mil vagas para soldado e 200 para oficiais. Visando preparar os candidatos, a Escola Interiorana de Passo Fundo, especializada na formação de vigilantes, oferece um curso preparatório de 35 aulas para o concurso. Em entrevista na Uirapuru, o diretor da escola, Major Menezes, explicou que as aulas já começaram, mas ainda há vagas. O setor da segurança é algo que está crescendo cada vez mais e a escola interiorana oferece mais esta facilidade aos candidatos. Quem quiser participar pode entrar em contato pelo telefone 3581-1585, sendo que o curso poderá ser parcelado. No curso serão abordadas matérias de legislação, informática e tudo o que está previsto para constar no edital, lembrando que este ainda não foi publicado e nem a data das provas.

  • Quinta-Feira, 24/08/2017

    Patric quer reabertura dos Bombeiros no Bairro Petrópolis

    O vereador Patric Cavalcanti (DEM) quer a reabertura da Estação de Bombeiros no Bairro Petrópolis. O parlamentar, desde que solicitou a revogação da doação do terreno ao Creci, tem trabalhado para ampliar a área com equipamentos públicos. Uma das ações é a retomada do local pelo Corpo de Bombeiros.Na tarde desta quarta-feira, o vereador, juntamente com o Comandante do 7º BBM, Maj. QOEM Alexandre Pires Bittencourt, e demais integrantes do comando, se reuniu com o secretário de Gabinete do prefeito, Gilberto Dornelles Gosch, para entregar um ofício em que o 7º Batalhão de Bombeiros Militar solicita a doação de área localizada nos fundos da estação. No local, será construído um prédio a fim de abrigar o funcionamento da Assessoria de Análises Técnicas – ATT – da 1ª Companhia de Bombeiros Militar de Passo Fundo, que será edificado com recursos do Fundo Municipal de Reequipamento do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul – FUNREBOM. A AAT é o escritório de prevenção de incêndios que atenderá toda a região de Passo Fundo, sendo deslocado para o local com seis viaturas leves para os serviços de prevenção e mantendo na estação uma viatura de combate a incêndios e uma ambulância para atendimento dos serviços operacionais. A área em questão não é utilizada para a circulação de veículos ou pedestres e, diante da possibilidade da concessão, os Bombeiros garantem o reforço de servidores operacionais e administrativos, os quais poderão auxiliar na prestação de serviços de Prevenção e Combate a Incêndio, Busca e Salvamento, proporcionando, assim, uma maior segurança à população residente na região do bairro e arredores. Para o vereador Patric, esta afirmativa de o Corpo de Bombeiros reabrir no bairro com a ampliação de seus serviços é extremamente importante para toda a cidade. “O retorno da unidade de atendimento garantirá maior agilidade e eficiência no atendimento das ocorrências nesta região da cidade. Além disso, devolvemos ao espaço um destino à população de Passo Fundo", disse. O secretário de Segurança Pública, João Darci Gonçalves da Rosa, e o assessor do gabinete do prefeito, Fernando Sachet, também participaram da reunião.

  • Quarta-Feira, 23/08/2017

    Governo federal vai liberar R$ 300 mil para Jornada Nacional de Literatura

    A garantia de que o governo federal irá liberar R$ 300 mil para a realização da 16ª Jornada Nacional de Literatura foi dada nesta terça-feira, em Brasília, pelo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. Ao lado do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, ele recebeu o prefeito Luciano Azevedo e a comitiva da Jornada, e afirmou que pretende ir a Passo Fundo na abertura da movimentação literária. Em março, os representantes de Passo Fundo haviam recebido a confirmação de investimento do então ministro da Cultura, Roberto Freire. Com a saída de Freire, porém, a destinação da verba havia ficado incerta. “A vinda a Brasília foi muito importante para receber do governo federal essa sinalização positiva. Os recursos são fundamentais para viabilizar a 16ª edição da Jornada”, afirmou o prefeito Luciano. Também participou da reunião o deputado federal Alceu Moreira.  Jornada: A 16ª Jornada Nacional de Literatura e a 8ª Jornadinha Nacional de Literatura serão realizadas de 2 a 6 de outubro, na Universidade de Passo Fundo (UPF), com atividades em diversos espaços do município. Nesta edição, essa movimentação literária terá como principal característica a realização de ações que envolvem toda a comunidade, em especial a da cidade de Passo Fundo, num processo chamado de “jornalização”. Neste ano, as Jornadas Literárias completam 36 anos de existência e passam por uma importante remodelação. A equipe das Jornadas, após o cancelamento da edição de 2015, decidiu aprimorar a avaliação da movimentação, e, para isso, ouviu a opinião da comunidade. A partir de uma consultoria, foi realizada uma pesquisa com diferentes setores da cidade: entidades de classe, professores estaduais, municipais e particulares, professores da região de Passo Fundo e professores e funcionários da UPF. ,

Pesquisar artigos anteriores

Dar esmola para moradores de rua resolve problema social?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas