Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Sexta-Feira, 13/10/2017

    CDL nos Bairros: Centro recebe palestra sobre vendas

    “Como obter resultado em um cenário competitivo” é o tema da próxima palestra promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Passo Fundo através do CDL nos Bairros, projeto que busca desenvolver e capacitar empresários e seus colaboradores, além de aproximar entidade e associados. Com o apoio da Universidade de Passo Fundo (UPF), do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), da Cooperativa Sicredi Integração de Estados RS-SC e do SEBRAE, o quarto encontro do ano acontece na próxima segunda-feira, dia 16 de outubro. O palestrante é Clóvis Lumertz – consultor com mais de 30 anos de experiência e diretor da Allcon, empresa de consultoria que já prestou serviços para a Coca-Cola, Bunge, Nike, Tramontina, entre outros. O evento será realizado no Clube Caixeiral, Centro, às 19h30m. Reservas e informações podem ser obtidas com o setor de Desenvolvimento pelo telefone (54) 3045-8804 ou pelo e-mail: [email protected].

  • Quinta-Feira, 12/10/2017

    SIM Rede de Postos comunica que interrupção do fornecimento de GNV em Passo Fundo se deve à obras de melhorias

    A Uirapuru noticiou nessa semana que o último posto de combustível que oferece o Gás Natural Veicular (GNV) estava com o produto suspenso. Em um primeiro momento a Uirapuru foi informada por fontes do setor que haveria um racionamento do produto, o que foi rebatido pela Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul – Sulgás. Dentre outras coisas, a nota afirmava que um problema na pista de abastecimento, onde fica a carreta que descarrega o produto, motivou a suspensão. A Sulgás esclareceu ainda que tão logo a obra de adequação seja feita retomará o abastecimento. Na tarde da última quarta-feira (11) a Sim Rede de Postos, responsável pelo posto que oferece o GNV em Passo Fundo, enviou o seu comunicado oficial sobre o caso dizendo: A SIM Rede de Postos esclarece que interrompeu, por motivo alheio à sua vontade, o fornecimento de GNV em Passo Fundo para fazer obras estruturais na pista de abastecimento. A medida foi tomada atendendo a uma solicitação da Distribuidora Petrobras o que impossibilitou que a manutenção fosse planejada por parte da SIM. Uma empresa especializada nesse tipo de obra foi contratada pela SIM e a previsão é de que os trabalhos sejam concluídos nesta sexta-feira, dia 13 de outubro. Antes de ser liberada para os usuários, a estrutura deve passar por uma validação da Petrobras. Atuando na revenda de combustível desde 1985, a SIM é a maior rede de postos do país com 125 unidades nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. A direção da empresa lamenta os transtornos causados aos clientes de Passo Fundo e reitera a máxima prioridade em resolver junto a Petrobras essa situação”.  SIM Rede de Postos

  • Quarta-Feira, 11/10/2017

    Aumentos tornam gás de cozinha produto de luxo para o povo

    O preço do gás de cozinha já está reajustado. Desde a meia-noite desta quarta-feira ) a Petrobras elevou em 12,9% do botijão de 13kg, o mais utilizado no país. A empresa destacou que o porcentual de reajuste foi calculado de acordo com a política de preços divulgada em 7 de junho e reflete, principalmente, a variação das cotações do produto no mercado internacional. Segundo a Petrobras, o aumento ao consumidor dependerá do repasse das distribuidoras e revendedores, mas, se for integralmente, a estimativa é de que o preço do botijão possa ser reajustado, em média, em 5,1% ou cerca de R$ 3,09 cada. A cada dia uma nova notícia do aumento do gás, o tradicional botijão de gás está saindo da categoria de utilidade pública e se tornando um produto de luxo para o povo brasileiro. Só no mês de setembro foram 2 aumentos praticados pela Petrobras, outro pelas Companhias Distribuidoras, alegando futuros acordos coletivos dos trabalhadores. O GLP, conhecido como gás de cozinha é comercializado pela Petrobras de duas for mas, uma para o destino residencial, outra para fim industrial.

    O mesmo produto possui preços diferenciados. O preço para fim residencial sempre foi mantido em condições que atendessem em especial a classe com menor poder aquisitivo. No entanto, desde junho de 2017, a Petrobras mudou radicalmente sua política de preço.

     O preço nas refinarias passou a ser calculado pela média mensal das cotações do butano e do propano no mercado europeu, convertida em reais pela média diária das cotações da venda do dólar, acrescida de uma margem fixa de 5%, com aumentos ou reduções anunciadas no dia cinco de cada mês. A Petrobras alega que estas medidas visam, equiparar o preço do GLP com mercado externo, seja residencial ou industrial. “Porém estas medidas, não deveriam ser aplicadas da forma que estão sendo. Sem cuidado, agindo como uma empresa focada apenas na lucratividade, a Petrobras atropelou o processo do Governo que busca a garantia do abastecimento, em especial as famílias de baixa renda”, avaliou Alexandre Jose Borjaili, presidente da Associação Brasileira de Revendedores. Diz que a Petrobras de forma impulsiva, ignora seu papel de empresa Estatal, se isentando e ignorando seu compromisso com o abastecimento nacional de um produto essencial como é o gás de cozinha.

     

    Intervenção do governo é indispensável

     

    Para as revendas lidar com esta nova política de preços, está gerando perdas irreparáveis, como a saída de revendas legalizadas do mercado e abertura de um espaço para um mercado ilegal, crescente e com sentimento de impunidade. “Faz-se necessário uma intervenção do Governo Federal, que garanta o livre comércio das revendas e o poder de compra dos consumidores”, disse o dirigente. Segundo Borjaili, há Companhias Distribuidoras que ainda não repassaram todos os aumentos, e por isso notícias quase que diárias de aumento do gás são publicadas. “Certo que neste cenário, tanto as revendas de GLP, como os consumidores estão assumindo uma conta pesada”. A ASMIRG-BR esclarece, que esta política de preços até então ignorada pelas autoridades, está gerando e poderá provocar uma grande crise no abastecimento do gás de cozinha, afetando em especial quem mais necessita, as famílias com baixa renda.

     Preços em Passo Fundo

     A cada aumento determinado pela Petrobras, a venda nas distribuidoras diminui. Em Passo Fundo segundo informações apuradas pela reportagem a queda no período de inverno chegou em 20%, ficando próxima do percentual de vendas no verão. Desde setembro até agora, o preço subiu mais de R$ 10,00 em média. O gás tem preços entre R$ 68,00 e R$ 75,00. Na portaria das revendedoras o botijão fica mais barato, já que não existe a incidência do frete.  

  • Terça-Feira, 10/10/2017

    Ferramenta digital que avalia serviços da Prefeitura entra em funcionamento

    Inicia  o funcionamento da ferramental digital Fala Passo Fundo, em uma iniciativa da Prefeitura. A partir de agora, uma vez por mês, sempre no dia 10, a população de Passo Fundo vai poder avaliar, usando a internet, os serviços públicos realizados pela Prefeitura. A avaliação deve ser feita no site falapassofundo.pmpf.rs.gov.br onde lá o cidadão poderá avaliar vários itens, como limpeza de bairro, canalização, merenda nas escolas, uniforme escolar, iluminação e entrega de medicamentos. O participante faz a sua identificação e em seguida pode dar nota a cada um dos serviços. Conforme a prefeitura, a partir das avaliações será possível ajustar ou aperfeiçoar os trabalhos da administração pública em todos os bairros. Com a ferramenta a prefeitura pretende ter em mãos uma radiografia completa dos serviços oferecidos e a resposta da comunidade, porém de forma mais rápida. A expectativa é de que o público avalie de forma intensa, já que a tarefa pode ser feita de qualquer lugar onde tiver um computador ou celular com internet.

  • Segunda-Feira, 09/10/2017

    Passo Fundo recebe no final do mês o 7º Encontro de Veículos Antigos

    O Auto Club Veículos Antigos realiza anualmente um encontro de veículos antigos e especiais no mês de outubro. Nesse ano a atividade acontece nos dias 28 e 29, no Gran Palazzo. O presidente da entidade, Michel Silva, contou que todo ano se busca inovar com a mostra de veículos diferenciados, a partir da década 20. A 7ª edição reunirá expositores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Haverá ainda o comércio de peças antigas, o chamado comércio de pulgas, camisetas e miniaturas de carros. Quem quiser expor poderá se inscrever no dia do evento. Para quem quiser conferir o Encontro a entrada custa R$ 5 na bilheteria do Gran Palazzo. A atividade inicia sempre às 9h e vai até as 18h. Mais informações pelo site www.acva.com.br

Pesquisar artigos anteriores

Você concorda com a legalização dos jogos de azar no Brasil?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas