Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Segunda-Feira, 13/03/2017

    Estado investe na conservação do solo para produtividade das culturas

    A produtividade das culturas está diretamente associada à conservação do solo. Segundo o gerente regional da Emater/RS-Ascar de Passo Fundo, Oriberto Adami, o Rio Grande do Sul cresceu muito na produtividade da soja e do milho em razão da qualidade do que é básico que é o solo. O tema foi debatido no programa Ecologia do último sábado (11).

     

    Adami contou que antes da implantação do Sistema de Plantio Direto, nos anos 90, se desenvolvia uma agricultura convencional, com gradagem e pulverização do solo. As chuvas assoreavam os rios, havia perda de solo e nutrientes e as águas ficavam contaminadas. A partir disso se avançou muito, mas com o plantio direto simplificado, sem a rotação de culturas, houve um recuo do trabalho da assistência técnica para inovar em novas tecnologias para a conservação do solo.

     

    Esse trabalho foi retomado para auxiliar o produtor com perda de solo. A Secretaria da Agricultura do Estado, com a parceria de várias entidades, construiu o programa “Conservar para produzir melhor”, que resultou em uma série de ações, realizadas principalmente pela Emater.

     

    Adami contou foram qualificados mais de 150 técnicos e agrônomos, implantadas unidades de referência em 428 municípios, além de palestras, seminários e dias de campo, seis deles na região com grande participação de público.

     

    O engenheiro agrônomo Rafael Goulart Machado ressaltou que o plantio direto simplificado trouxe problemas de estrutura de solo e de perda superficial de nutrientes. Por isso, estão procurando retomar o antigo sistema.

     

    Hoje é feita a divulgação de algumas das práticas da década de 1990, adaptadas aos atuais interesses do produtor, como por altas produtividades e por geração de renda, para que se possa manter o homem no campo.

     

    Machado disse que a perda de nutrientes do solo, além de levar consigo os investimentos do produtor na lavoura, vão para os mananciais hídricos causando problemas para quem consumir aquela água contaminada por resíduos.

  • Sexta-Feira, 10/03/2017

    Parceria entre Prefeitura e empresa de Passo Fundo garante recolhimento de lixo eletrônico em março

    Uma parceia entre a Secretaria de Meio Ambiente e a empresa Micro & Help vão garantir o recolhimento de lixo eletrônico durante o mês de março.

     

    Quem tiver computadores, mouses, teclados e impressoras, além de outros equipamentos digitais, pode levar até a Secretaria do Meio Ambiente, localizada no Parque Banhado da Vergueiro, onde depois serão encaminhados para a empresa que dará o descarte correto de todo o material.

     

    Quantidades significativas de computadores e periféricos poderão ser coletadas no local, para isso, basta ligar para o telefone (54) 3311-4377 e agendar a coleta.

     

    O descarte no lixo comum deste tipo de material é proibido, pois muitos contêm elementos tóxicos ao solo ou às pessoas.Mas atenção, a coleta em parceria ocorrerá somente neste mês de março.

     

  • Quinta-Feira, 09/03/2017

    Governo federal define em breve se licitação do Aeroporto de Passo Fundo será feita pelo Estado ou município

    O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, esteve ontem (08) na Secretaria de Aviação Civil do Governo Federal, em Brasília, para tratar da reforma e ampliação do Aeroporto Lauro Kortz de Passo Fundo.

     

    A expectativa do governo federal é ter o edital de licitação pronto no segundo semestre deste ano. Está sendo avaliado se o processo licitatório deve ser feito pelo governo do Estado ou pelo Município.

     

    Conforme o diretor do Departamento de Gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos, Eduardo Bernardi, o Lauro Kortz é um dos aeroportos brasileiros que estão em condições de ter a obra licitada.

     

    No final do ano passado, representantes da Secretaria de Aviação fizeram uma visita técnica ao Aeroporto e afirmaram que Passo Fundo deveria ser o primeiro município do Rio Grande do Sul a receber os investimentos. As obras no aeroporto devem beneficiar mais de 70 municípios da região, que usam o terminal.

     

    A modernização do Aeroporto Lauro Kortz terá investimento superior a R$ 45 milhões. Os recursos servirão para a construção de novo terminal de passageiros, com 2,1 mil metros quadrados, ampliação das cabeceiras, novo pátio de aeronaves, pista de taxiamento para até seis aeronaves e capacidade de atendimento de até 1 milhão de passageiros por ano. A expectativa é de que a definição sobre quem fará a licitação aconteça nos próximos dias.

  • Quarta-Feira, 08/03/2017

    Passo Fundo terá feira voltada para agronegócios em 2018

    Um importante anúncio foi feito na Expodireto Cotrijal referente a agricultura de Passo Fundo. Em entrevista na Uirapuru, o presidente da Acisa, Lamar Sakis, explicou que a cidade terá, nos dias 18 e 19 de abril, um Fórum do Milho e do Trigo.

     

    O evento será uma prévia para as empresas e entidades participantes saberem mais sobre a Fenagro 2018. A feira deverá ocorrer em abril de 2018 no Parque Wolmar Salton, que terá agora um ano para ser preparado.

     

    Sakis explicou que a ideia é resgatar a potencialidade dos produtores e empresas locais e regionais, fazendo de Passo Fundo um palco para desenvolvimento do agronegócio também para o pequeno produtor. Evandro Silva, da Qualitá Marketing, explicou que o evento é uma discussão antiga dos empreendedores.

  • Terça-Feira, 07/03/2017

    Comandante-geral da Brigada Militar afirma: a prioridade do governo é a segurança do interior do Estado

    A crescente onda de assaltos a Bancos em cidades do interior do Estado, muitas destas sem qualquer policial, está preocupando a Secretaria Estadual de Segurança e o governo. Uma rápida ação da Polícia Civil gaúcha e da Brigada Militar está ocorrendo para desmantelar estes criminosos.

     

    Em entrevista na Uirapuru, o comandante-geral da Brigada Militar, Coronel Andrei Silvio Dalmagro, explicou que o interior do Estado é a prioridade da corporação.

     

    Conforme ele, estuda-se a realocação de policiais no interior, mantendo um mínimo de cinco policiais em cada cidade, fazendo frente desta forma a ação de bandidos.

     

    Em julho haverá a formatura de mais 1.060 policiais, que podem suprir esta lacuna em muitas cidades.

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que o Brasil tem muitos feriados?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas