Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Valdir Mello

  • Terça-Feira, 03/07/2018

    Concurso para 450 novos bombeiros é esperança para reabrir antigo quartel da Petrópolis

    No dia do Bombeiro dia 02 , profissional que arrisca a vida para salvar e proteger a comunidade em diversas situações. Para marcar a data, a Uirapuru conversou com o subcomandante dos Bombeiros de Passo Fundo, Capitão Airton Ickert. O capitão revelou que a unidade em Passo Fundo vive um bom momento. Nos últimos anos o aparelhamento e crescimento do efetivo acompanharam o desenvolvimento da cidade. Hoje são 56 bombeiros atuando em Passo Fundo, sendo que destes, 37 trabalham diretamente no resgate. Ickert revelou que o concurso para novos bombeiros, com previsão de 450 contratações, vai colocar o efetivo gaúcho bem próximo do ideal. Quando este concurso for efetivado e os profissionais já nas ruas o quartel da Petrópolis poderá ser reaberto em definitivo, beneficiando toda a comunidade.

     

  • Segunda-Feira, 02/07/2018

    Secretário de Assistência Social diz que prefeitura estuda solução para comércio feito por índios em Passo Fundo

    A presença de crianças indígenas no centro da cidade comercializado produtos é um assunto que vem por anos causando preocupação as autoridades públicas. Em Passo Fundo diversas reuniões entre a prefeitura municipal, Ministério Público, Conselho Tutelar e outros órgãos que atuam na proteção de crianças e adolescentes já foi realizada. No programa Repórter do Povo e a Municipalidade do último sábado (30), que contou com a participação do secretário municipal da Semcas, Wilson Lill, o assunto foi trazido e questionado os trabalhos que estão sendo realizados para solução ao problema. O secretário explicou que em algumas cidades legislações sobre o tema já foram implantadas e estão sendo analisadas pela prefeitura de Passo Fundo. O secretário contou que diversas reuniões já foram realizadas e uma das reivindicações dos indígenas é de um espaço, uma das sugestões foi de criação de um espaço semelhante aos camelódromos, contudo os índios não aceitaram. De acordo com o secretário, os indígenas não querem que a prefeitura construa, eles somente desejam uma área com banheiros, luz e água. A expectativa do secretário é de que com o tempo a ideia seja amadurecida e uma solução seja conseguida.

     

  • Sábado, 30/06/2018

    Secretaria do interior define cronograma para coleta de embalagens de agrotóxicos

    A Secretaria do interior definiu o período de coleta das embalagens de agrotóxicos para o mês de julho em Passo Fundo. Neste ano a coleta começa no dia 18 de julho. A ação é desenvolvida pela secretaria, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Passo Fundo e a Cinbalagens – Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos e a Produtécnica. A primeira comunidade a participar da coleta, no dia 18, será a de Pulador, depois a campanha segue para São Braz, Nossa Senhora das Graças, Santo Antônio do Capinzal, Santa Gema, Bela Vista, Santa Terezinha, São Valentim, Vila Rosso e São Roque. A previsão é de finalizar o recolhimento até 27 de julho. Para a entrega, as embalagens vazias de agrotóxicos devem ter passado pela tríplice lavagem, estarem furadas e separadas das contaminadas. Além disso, as tampas devem estar separadas é será preciso apresentar, no momento da entrega das embalagens, o modelo XVBloco do Produtor. Em caso de chuva nas datas programadas, a coleta será transferida para outro dia, a ser divulgado posteriormente. As ações ocorrem, na grande maioria, nos salões das comunidades. Atenção para o cronograma: dia 18, das 9h às 10h30 e das 14h às 16h, em Pulador. Dia 19, das 9h às 10h30 no São Braz. No dia 19, das 14h às 16h em Nossa Senhora das Graças. No dia 20, das 9h às 10h30, e das 14h às 16h em Santo Antônio do Capinzal. No dia 23, das 9h às 10h30, e das 14h às 16h, na Santa Gema. No dia 24, das 9h às 10h30 e das 14h à 16h na Bela Vista. Dia 15, das 9h às 10h30 em Santa Terezinha. Dia 25 das 9h às 10h30 e das 14h às 16h. No dia 26, das 9h às 10h30 em São Valentim. Dia 26 das 14h às 16h30 em Vila Rosso, em frente a Escola João Rosso. No dia 27, das 9h às 10h30 em São Roque, na subprefeitura.

     

  • Sexta-Feira, 29/06/2018

    Após conquistar prêmio estadual, programa Farmácia Mais Perto vai concorrer a nível nacional

    O programa municipal Farmácia Mais Perto, que leva uma farmácia móvel até os bairros e localidades do interior de Passo Fundo, foi o primeiro colocado na categoria Gestão da Assistência Farmacêutica do Congresso das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul (COSEMSRS). O evento, que acontece anualmente, encerrou ontem (28) e elegeu as experiências exitosas do Sistema Único de Saúde (SUS). No total, foram premiados 12 trabalhos, incluindo o de Passo Fundo. Agora, o programa Farmácia Mais Perto será um dos representantes no Rio Grande do Sul no Congresso Nacional das Secretarias Municipais de Saúde, que acontece no próximo mês, em Belém do Pará. Para ingressar no concurso e ser premiado foram avaliados a relevância e aplicabilidade, a ampliação do acesso, a coordenação do cuidado em rede, o caráter inovador, o alinhamento às diretrizes do SUS e integralidade e a apresentação oral. A experiência do Farmácia mais Perto foi apresentada pela secretária de Saúde, Carla Gonçalves, que explanou sobre o programa para uma banca de jurados. Na Uirapuru, a secretária falou sobre a importância do projeto por levar a áreas que não possuem acesso a medicamentos e também a presença, obrigatória, de um farmacêutico. Essa exigência é difícil de ser cumprida por muitas cidades, o que inviabiliza o projeto. Contou que outros estados já a procuraram para saber detalhes de como implementar também o Farmácia Mais Perto, tendo Passo Fundo como modelo.

  • Quinta-Feira, 28/06/2018

    Leilão da Cesa de Passo Fundo marcado para 17 julho

    No dia 17 de julho, às 10h30, ocorrerá mais uma tentativa de leilão da unidade da Companhia de Silos e Armazéns (CESA) em Passo Fundo. Em outras oportunidades a venda não se concretizou por falta de lances ou por embargos judiciais. Desde 2011, devido a falta de investimentos, a CESA parou de receber grãos e deixou de operar. No ano passado, a Companhia fez um acordo com o Sindicato dos Trabalhadores para que possa ser realizada a venda de unidades para cobrir o valor de uma ação trabalhista milionária. A dívida total era de R$ 280 milhões e foi reduzida para 40% desse valor, parcelado em 72 vezes. O acordo determina que a venda das unidades ocorra por meio de leilão judicial. Em Passo Fundo é a 1ª Vara do Trabalho que gerencia esse processo, através de carta precatória emitida pela 14ª Vara do Trabalho de Porto Alegre. A área total é de 29.500m², em região nobre de Passo Fundo, na Avenida Brasil, próximo da Prefeitura. Estão à venda também todas as benfeitorias existentes no local, como silos elevados, moegas rodoviárias, guarita de controle, centro administrativo, refeitório, estação de pesagem, central de beneficiamento, residência e subestação de força. O imóvel está desocupado, sendo monitorado por uma empresa privada de vigilância. Na última tentativa de leilão, o valor avaliado (terreno e benfeitorias) era de R$ 23 milhões. Em caso de falta de interessados no leilão marcado para 17 de julho, ficou definido para o dia 31 uma nova tentativa de venda. Além da unidade de Passo Fundo, também devem ser leiloadas as localizadas em Cachoeira do Sul, Santa Rosa e Palmeira das Missões.

     

Pesquisar artigos anteriores

Você acha que a imprudência dos motoristas é a causa dos acidentes na ERS 324, entre Passo Fundo e Marau?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas