Alunos de escolas municipais e estaduais participam do Movimento Sepé Tiaraju

Créditos: Divulgação

O enfrentamento da violência e da exclusão social por meio da educação e da construção de uma cultura de paz movem as ações do projeto. Nessa sexta-feira (6), alunos de escolas municipais e estaduais participaram de oficinas simultâneas do Movimento Sepé Tiaraju.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Arlindo Luiz Osório foi uma das participantes. Os alunos se dividiram entre oficinas na escola e na Feira do Livro. A orientadora educacional da escola, Adriana Severo dos Santos, destaca a importância do envolvimento de todos. “Uma parte dos nossos alunos foram para a Feira do Livro, onde conversaram com o autor Luis Dill, e outra parte recebeu duas oficinas, uma sobre recuperação do alcoolismo e outra sobre origami. Estamos bem felizes em receber essas oficinas e falar sobre esses temas tão importantes no contexto atual, são reflexões fundamentais”.

Na Feira do Livro, antes do jornalista e escritor Luis Dill iniciar sua oficina “A paz vem do respeito”, foi apresentada a releitura de uma música pelos alunos da escola estadual Gomercindo dos Reis. A mensagem foi direta: ‘não há problema em pedir ajuda quando você precisa’. Dill disse que a apresentação lembrou o processo de leitura: “quando lemos, interpretamos. Vocês pegaram essa música e fizeram uma releitura com uma mensagem bem positiva”.

Ele conversou com os alunos sobre o início da carreira de escritor e sobre o impacto que a literatura e a leitura têm na vida das pessoas, além de falar de como os livros nos trazem diferentes experiências.

O Movimento é realizado pelo Ministério Público – Promotoria de Justiça Regional da Educação de Passo Fundo e conta com apoio das secretarias de Educação, Saúde e Cidadania e Assistência Social da Prefeitura de Passo Fundo e demais parceiros.

O movimento

Entre os problemas mais recorrentes na escola estão a violência e a dificuldade de estabelecer um trabalho conjunto entre a instituição escolar e a família e sociedade em geral. A presença desses problemas leva muitas vezes ao abandono escolar e à reprovação, o que acaba por marginalizar um grande número de estudantes, sobretudo das camadas menos privilegiadas da sociedade.

O Movimento pela Paz Sepé Tiaraju propõe mobilizar diversos atores sociais para que juntos desenvolvam ações com vistas ao enfrentamento da violência e da exclusão social por meio da educação e da construção de uma cultura de paz.

O projeto conta com a adesão de pessoas interessadas em oferecer às comunidades escolares oficinas com foco na prevenção ou enfrentamento da violência e na construção de uma cultura de paz.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas