Com mais de 300 mil votos, população escolhe destaques esportivos do ano

Créditos: João Henrique Pazuch

A Secretaria Municipal de Esportes inovou nesse ano com o lançamento do prêmio “Destaque Esportivo”. Na primeira etapa, a população pode indicar os nomes dos destaques em 12 categorias. Após, foram escolhidos os três mais votados que, na última fase, disputaram a distinção. Foram mais de 300 mil votos. A entrega do prêmio aos vencedores foi realizada na noite desta segunda-feira (10), no Teatro do Sesc.

O secretário de Esportes, Gilberto Bellaver, disse que, como professor de educação física e enquanto secretário, se sente emocionado com a primeira edição do projeto. Ressaltou que Passo Fundo merecia um prêmio onde a comunidade pudesse participar de uma forma objetiva, ao mesmo tempo em que valoriza os esportistas e as empresas. Para o próximo ano, Bellaver prevê melhorias no prêmio, como voto por CPF.

O vencedor da categoria “Técnico Esportivo”, Rian Antônio Silva da Rosa, falou à Uirapuru que o prêmio veio para coroar o trabalho feito junto aos estudantes do Juvenil, IE e Wolmar Salton. Ressaltou que além de incentivar à prática esportiva do futsal, a ideia é fazer com as crianças e jovens sejam cidadãos do bem, que é o maior objetivo de um professor, de um educar físico.

Os vencedores são: Mérito Esportivo – Vinicius de Moura; Dirigente Esportivo – Vinicius de Moura; Atleta – Marcos Cavalheiro JR.; Técnico Esportivo – Rian Antônio Silva da Rosa; Revelação Esportiva – Andressa Bergmann; Professor de Escola – Paulo Gilberto da Silva; Profissional de Academia – Henrique Dipp; Profissional Paradesportoatividade adaptada – Paulo Cesar Mello; Profissional Corrida de Rua, Jardelino Flech; Empresa Incentivadora do Esporte – Win Academia; Equipe Esportiva – Pattinare; Projeto Esportivo Social – Atleta do futuro.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas