Na Uirapuru, nova chefe da Polícia Civil do RS confirma vinda a Passo Fundo para tratar da reforma da delegacia de pronto atendimento

Créditos: Rodrigo Ziebell/SSP

Ouvinte da Rádio Uirapuru por anos, a nova chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Nadine Farias Anflor participou ontem (11) do programa Repórter do Povo. A delegada Nadine é a primeira mulher a comandar a Polícia Civil em 177 anos de história. Ela assumiu o posto que era ocupado pelo delegado Emerson Wendt. A posse ocorreu na última terça-feira (08).

Natural de Getúlio Vargas, Nadine se formou na Universidade de Passo Fundo (UPF) e durante toda a graduação acompanhava as notícias da cidade e região através da Uirapuru. Ressaltou que se sente filha de Passo Fundo. Sobre o desafio de ocupar um cargo que até agora só tinha sido preenchido por homens, destacou que o lugar da mulher é onde ela quiser estar e se sente satisfeita com a indicação e com o apoio que tem recebido. Contou que já está sendo feito um levantamento territorial dos índices de violência, dos efetivos da Polícia Civil e de que locais precisam de um olhar diferenciado.

A chefe de polícia destacou como prioridades a análise de dados dos homicídios e latrocínios, criminalidade organizada e roubo com emprego de armas. Ressaltou ainda a atenção aos crimes de violência doméstica e os investimentos nas novas Delegacias de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Dracos). A chefe da Polícia Civil salientou que os novos 400 servidores, que estão hoje em formação, em breve também reforçarão a segurança da região de Passo Fundo.

A delegada confirmou que entre fevereiro e março vai vir a cidade para tratar da conclusão da reforma da Delegacia de Pronto Atendimento da Polícia Civil, no bairro Petrópolis. A visita deve ser feita junto ao delegado regional Adroaldo Schenkel. A delegada disse que o objetivo é verificar de perto o que precisa ser feito porque uma das prioridades da Secretaria Estadual de Segurança Pública é estabelecer um olhar mais humanizado e qualificar o atendimento ao cidadão.

Os plantões policiais deverão ter uma estrutura melhor que sirva tanto para a comunidade quanto para os policiais militares que ali exercem as suas funções. A ideia é tentar agilizar esse processo com parcerias.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas