Pesquisa de empresa fertilizadora faz produção chegar a 148 sacas de soja por hectare com meta de 200

Há 20 anos a produtividade da soja chegava a 30 sacas por hectare, hoje vários produtores já atingem a casa das 100 sacas por hectare. A Fertiláqua, um dos maiores grupos de nutrição, fisiologia de plantas e revitalização de solo, com unidade em Cruz Alta, já bateu a marca de 148 sacas de soja por hectare e a meta agora é alcançar 200 sacas por hectare.

 

Em entrevista à Uirapuru, o diretor da empresa Fertiláqua, engenheiro agrônomo Evandro Binsfeld, explicou que o número atual foi possível com a estruturação do solo, associada a um conjunto de práticas.

 

Contou que cuidar do solo, aumentar o sistema radicular de forma equilibrada, usar sistemas de alto rigor e com alta performance individual, fazer o monitoramento equilibrado de químico, além de utilizar um pacote tecnológico, são os desafios para os profissionais na busca da alta produtividade.

 

Evandro Binsfeld destacou que parece assustador, mas o potencial genético da soja pode chegar a 300 sacas por hectare, assim como a do milho que pode atingir 700 sacas. Frisou que o potencial genético existe, mas está faltando um pouco de habilidade nossa e compreensão em alguns fatores determinantes para se alcançar esses números.

 

O engenheiro agrônomo salientou que não há uma receita, mas existem conhecimentos de muitos pontos que interferem diretamente na produtividade, sendo o sucesso da lavoura a maximização dos acertos.

 

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas