Alunos da Escola de Vida emocionam público da 32ª Feira do Livro

Créditos: Assessoria de Comunicação HSVP/Endil Mello

Vozes embargadas pela emoção marcaram o lançamento do livro Cultivando Talentos 2018, na 32ª Feira do Livro de Passo Fundo, no dia 06 de novembro, no Bourbon Shopping. Com brilho no olhar, sorriso no rosto e expectativa em seus semblantes, as crianças e adolescentes em tratamento no Centro Oncológico Infantojuvenil do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) participaram da apresentação da terceira edição do livro Cultivando Talentos. A obra integra o projeto Identificando Talentos, desenvolvido em parceria entre a Prefeitura de Passo Fundo, através da Secretaria de Educação, Academia Passo-Fundense de Letras, com apoio da Secretaria de Cultura.

Os alunos atuantes do projeto Classe Hospitalar Escola de Vida, que funciona no Centro Oncológico Infantojuvenil com o trabalho de duas pedagogas, escreveram textos, poesias e fizeram ilustrações para o livro Cultivando Talentos 2018. A Escola de Vida é realizada pelo HSVP, Secretaria de Educação, Universidade de Passo Fundo e Ministério Público.

Durante a apresentação da obra, Dilse Piccin Corteze, da Academia Passo-Fundense de Letras, ressaltou a importância do projeto Identificando Talentos, que culmina com a obra Cultivando Talentos, o qual revela crianças e jovens que no futuro poderão ser escritores, ilustradores de obras literárias. Um exemplo de talento descoberto pelo projeto é a jovem Victória Bortolini, estudante da Escola de Vida, que em 2017, foi escolhida a Acadêmica Mirim, em solenidade de formatura da Academia Passo-Fundense de Letras, realizada no HSVP. Victória se emocionou ao falar do quão foi importante participar novamente do projeto, escrevendo seus textos para o livro. Ela ressalta que o envolvimento com o projeto tem imenso significado para todas as crianças, especialmente, para as que lutam contra o câncer.

O secretário municipal de Educação, Edemilson Brandão, enfatizou que o projeto Identificando e Cultivando Talentos foi idealizado pela Academia Passo-Fundense de Letras para incentivar a formação de futuros escritores. Desta forma, “o projeto é uma semente que se cria para manter vivo o espírito literário em nossa cidade”.

A professora da Escola de Vida, Sílvia Ricci, apresentou os 17 alunos que nesse ano participaram do projeto Identificando Talentos. São elas Ketlin Martins Duarte, Emamuelle Floriano Salvia, Victória Bortolini, Suelen Prandi Machado, Michel Dill, Quetlin Flores, Pâmela Sijã Antônio, Liandra Agazzi, Isabela de Deus Federici, Luiza Bueno, Emily da Rocha Stenzel, Milena Mariani, Jessica Sudre Wojnar, Vanessa Revers, João Pedro Souza dos Santos, Valentina Palaoro Nedel e Lúcio Marques Leonardi.

Ao agradecer as entidades envolvidas na publicação, Silvia agradeceu aos pais dessas crianças e adolescentes que também contribuíram para o sucesso do trabalho. “De maneira especial contamos hoje com a presença da família de Emily Stenzel, que tem várias produções no livro e temos a alegria de ver seu desenho na capa desta edição do livro. A Emily, não está mais fisicamente conosco, mas estará para sempre no coração de quem a conhecia e de todos vocês que terão a oportunidade de ler seus textos no livro”, declara a professora. Ela complementa, afirmando que nas diversas produções dessas crianças e adolescentes, o leitor encontrará “textos de quem tão cedo aprendeu com as perdas, que começa desde o diagnóstico, afastamento da família, dos amigos, da escola, a queda dos cabelos, um tratamento desgastante e a mudança total da rotina. Mas no meio de tudo isso, você percebe uma força imensa, que faz com que eles lutem bravamente contra o câncer”.

Entre os familiares presentes na ocasião, a tia de Emily, Ilga Stenzel veio de Porto Vitória, Paraná, especialmente para prestigiar o lançamento do Cultivando Talentos 2018. Emocionada, ela levou vários exemplares para a família de Emily. Sobre o significado de ver os textos da sobrinha e o desenho que ilustra a capa, Ilga disse ser um orgulho imenso que não cabe dentro do coração. “Uma recordação para sempre da Emily. Estamos muito felizes com o trabalho de todos para a realização desse livro”, expressa Ilga.

“Hoje é um dia especial”, poema que está no Cultivando Talentos 2018, de autoria de Milena Mariani, 10 anos, de Chapada. Ela conta que para escrever o poema, se inspirou nas amigas que tornam seus dias especiais. Quanto a participar da produção do livro, ela disse simplesmente que adorou!

Da mesma forma Lúcio Marques Leonardi, 11 anos, de Ibirubá, que também está em acompanhamento no Centro Oncológico Infantojuvenil do HSVP, escreveu o texto Solidariedade. Segundo Lúcio, é uma homenagem a todas as pessoas que foram solidárias, fazendo orações, transmitindo energia boa para que ele enfrentasse, corajosamente, os 100 dias de internação durante o tratamento. “Tive a honra de participar do livro”, afirmou, ao salientar que pretende continuar a produzir literatura.

No final da apresentação das crianças, a aluna da Escola de Vida, Ketlin Martins Duarte cantou a música Verdades do Tempo, de Thiago Brado, que tocou no coração de todos os presentes.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas