Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Geral

Publicada em: 04/05/2018 , por Jornalismo Rádio Uirapuru

A A A

Presidente do HSVP apoia investigação da PF, pede punição aos culpados e diz que é preciso preservar a instituição

Rádio Uirapuru
Créditos: Lucas Cidade/Rádio Uirapuru
Presidente do HSVP apoia investigação da PF, pede punição aos culpados e diz que é preciso preservar a instituição

Fundado no dia 24 de junho de 1918, através de um grupo chamado Vicentinos, o Hospital São Vicente de Paulo, nesses 100 anos, se tornou um dos melhores hospitais do Estado do Rio Grande do Sul e do País. Desde sua fundação, a instituição é administrada pelos vicentinos.

 

Há 12 anos, voluntariamente, sem receber nenhum tipo de remuneração, o hospital é presidido por Décio Ramos de Lima. Cidadão simples, de origem humilde e de vida modesta, historicamente engajado com as causas benemerentes e sociais da comunidade, Décio com 71 anos, é o presidente mais atuante da história da instituição.

 

O presidente recebeu a Uirapuru em sua residência, onde contou a história do hospital, dos vicentinos e explicou como funciona a administração. Diante da situação atual, em meio a investigações, emocionado, clamou pela preservação da instituição.

 

Explicou que a diretoria e o conselho fiscal são formados por Vicentinos, pessoas que de forma voluntária atuam na administração do hospital, que é uma entidade filantrópica. Essa diretoria, elege os gestores e estes se tornam funcionários com carteira assinada e remuneração específica.

 

Sobre as investigações que estão ocorrendo na Polícia Federal, o presidente afirmou ser totalmente favorável, e que está colaborando para que todas as situações sejam devidamente esclarecidas e os envolvidos punidos.

 

“Ninguém mais que nós queremos a verdade. Queremos clareza nas coisas. Se tiver alguém que cometa algum ato falho ou tenha culpa, que seja julgado e punido. Nós não podemos punir a instituição que é sagrada, que é importante para Passo Fundo, para a região, estado e o país” diz Décio.

 

Salientou que já conversou com o delegado da Polícia Federal, responsável pela investigação, e que se colocou a disposição para colaborar com o que fosse necessário para esclarecer todas as questões. “Eu já conversei com o delegado, disse para ele que toda e qualquer informação que eles quiserem, nos estamos prontos a fornecer e colaborar. Eu quero mais do que ninguém, que se alguém tem culpa que pague, mas precisamos preservar esta instituição”, diz.

 

Para o vicentino, o hospital como instituição não pode ser agredida da forma que vem sendo. “O hospital que completa 100 anos, que está entre os cinco melhores do estado. É o melhor hospital do interior do Rio Grande do Sul. Atende mais de 400 municípios, representa muito para Passo Fundo, não pode na minha opinião, ser agredido da forma em que vem sendo agredido. Se alguém deve, que pague. Nós queremos continuar o nosso trabalho de vicentino e queremos que o hospital continue crescendo e atendendo a população”, disse Décio.

 

Durante a conversa percebemos que Décio Ramos de Lima não é comprometido com nenhum gestor, nenhum médico ou funcionário. Seu comprometimento é com a instituição HSVP. Seja quem for os envolvidos devem ser rechaçados da entidade e que a justiça seja feita. Ele está do lado da Polícia Federal e da lei.

 

Em junho próximo, uma nova eleição deverá ser realizada para eleger a nova diretoria da instituição. Décio afirmou que não deverá concorrer novamente ao cargo. “A minha parte eu já fiz, são 27 anos entre diretoria e conselho. Já estou com 71 anos e com problemas de saúde” explica. Há possibilidade de que o advogado, José Miguel Rodrigues da Silva, atual vice-presidente assuma o cargo de presidente do hospital.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Você acha que Passo Fundo é uma cidade segura?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas