Documentário registra momentos das Jornadas Literárias de 2017 e organização já projeta a próxima edição

Créditos: Claudionor Ramos/Rádio Uirapuru

Foi lançado na noite de quarta-feira (31) o documentário da 16ª Jornada Nacional de Literatura e 8ª Jornadinha Nacional de Literatura, realizadas em outubro do ano passado. O ato de lançamento ocorreu na Biblioteca Central da Universidade de Passo Fundo. A película, com 1h15 de duração, mostra a montagem da feira, depoimentos dos organizadores, autoridades e escritores convidados e trechos dos painéis.

Em 2017, as jornadas literárias reuniram em torno de 20 mil jovens na Jornadinha e de 2 mil pessoas, diariamente, na Jornada, discutindo diferentes temáticas. Os eventos promoveram atividades no Portal das Linguagens, “jornalização” da cidade com os projetos transversais Caminho das Artes e Leituras Boêmias, Saúde Jornalizada e Estações de Leitura.

Em entrevista à Uirapuru, um dos organizadores, o professor Dr. Miguel Rettenmaier, explicou que o documentário resgata o momento em que a sociedade como um todo se integrou ao projeto das jornadas. Disse que se iniciou uma nova fase, a de formação de comunidades leitoras. Segundo Rettenmaier, o documentário também propõe uma nova dinâmica de trabalho para 2019, quando acontecerá a 17ª Jornada Nacional de Literatura e 9ª Jornadinha Nacional de Literatura.

Serão colocados em discussão quatro conceitos que precisam de ressignificação nos dias atuais. São eles: diversidade, conexões, liberdade e futuro. O professor disse que a próxima edição promete ser promissora em termos de possibilidade de investimentos. Contou que há um projeto bem adiantado até mesmo na captação de recursos. Destacou que o evento literário de 2019 vai oferecer muito aos parceiros, que contarão com espaços físicos nas jornadas.

O prefeito Luciano Azevedo destacou a jornalização promovida pela edição de 2017. Ressaltou que a cidade participou mais das jornadas, que são uma marca de Passo Fundo. Frisou que o documentário é um registro histórico daquilo que nos orgulha tanto que é a relação de Passo Fundo com o livro, com a literatura.

Mais Imagens

Previous Next
Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas