Médico de Passo Fundo avalia: contratempos são normais diante de recuperação delicada de Bolsonaro

Créditos: Arquivo/Rádio Uirapuru

O Brasil acompanha atento a recuperação do presidente Jair Bolsonaro, que em 2018 foi esfaqueado ainda em campanha política e passou por cirurgias complexas desde então.

Após nova internação ainda em janeiro, para a retirada da bolsa de colostomia, Bolsonaro contraiu uma bactéria no ambiente hospitalar e teve pneumonia. Na tarde de ontem (8) os médicos que cuidam do presidente anunciaram boa melhora no quadro da pneumonia.

A Uirapuru conversou sobre o assunto com o médico especialista em Coloproctologia Miguel Duda Schmitz, da Clínica Dal Vesco. Conforme o médico, o processo de recuperação de Bolsonaro é delicado e uma pneumonia é algo possível e normal no ambiente hospitalar.

No entanto, o doutor avalia que, pelas informações repassadas pelos médicos da equipe do presidente, sua recuperação será rápida e sem deixar sequelas no futuro. Neste primeiro momento o desafio é reiniciar o sistema intestinal, parado pela cirurgia. Devido ao quadro de pneumonia o médico avalia que Bolsonaro deve continuar mais tempo no hospital.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas