Advogados escolhem nesta sexta-feira nova diretoria da OAB estadual e municipal para o próximo triênio

Créditos: Gabriel Nunes/Rádio Uirapuru

Amanhã (30), a OABRS realizará a eleição da diretoria que comandará a entidade para o triênio 2019 a 2021. Também serão eleitas as diretorias das 106 subseções. Em todo Estado, estão aptos a votar 58.852 advogados, em Passo Fundo um pouco mais de 2 mil. A eleição da OAB municipal tem uma única chapa, presidida pela atual vice-presidente Morgana Bordignon. A votação acontece das 9h às 17h, na sede da autarquia, no Centro.

Os três candidatos a presidente da seccional da OAB Rio Grande do Sul são: Ricardo Ferreira Breier (atual presidente), da Chapa 1 – OAB Mais; Paulo Roberto Petri da Silva, da Chapa 2 – OAB em frente; e Paulo Peretti Torelly, da Chapa 3 – Muda OAB-RS – Somos todos OAB.

Ontem (28) os representantes da Chapa 2 da OAB estadual, Dr. Júlio Pacheco e Dra. Patrícia Pádua, que são de Passo Fundo, participaram do programa Repórter do Povo. O jurista Pacheco falou que a Chapa 2 é composta por advogados de todas as áreas, mas tem uma bandeira forte na defesa da CLT e da manutenção da Justiça do Trabalho aos moldes que se encontra hoje. O próprio presidente da chapa 2, Paulo Petri, é um militante da Justiça do Trabalho. Dr. Pacheco vê como um problema a proposta do governo Federal de transferir a Justiça do Trabalho como especializada para a Justiça Federal. Salientou que a nova CLT, que retirou inúmeros direitos dos trabalhadores, na prática já causou uma redução no número de reclamatórias trabalhistas na ordem de 40% a 50% em algumas regiões. Nesta lógica, o jurista acredita que teremos um esvaziamento da Justiça do Trabalho, o que Chapa 2 é contra.

A Dra. Patrícia Pádua destacou algumas propostas pontuais da Chapa 2. A isenção da anuidade da OAB para gestantes e lactantes, já que elas ficam um grande período sem renda. Patrícia destacou que a contribuição para formados a mais de cinco anos pode chegar a R$ 5 mil por ano. Outra ideia é formar delegados por subseções para defender as prerrogativas dos advogados, porque muitas vezes eles precisam de auxílio da OAB e não têm atendimento imediato.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas