Lançamento de livro do criminalista Jabs Paim Bandeira reúne advogados destaques no país

Créditos: Claudionor Ramos/Rádio Uirapuru

Aconteceu na noite de quinta-feira (29), na Academia Passo-fundense de Letras, o lançamento do livro “Memórias de um criminalista – casos e histórias”. Ao longo de mais de 300 páginas o criminalista Dr. Jabs Paim Bandeira, retrata os principais casos acompanhados por ele. Os leitores também irão conferir as histórias de Passo Fundo, parte do Rio Grande do Sul e também do país.

Em entrevista à Uirapuru, Dr. Jabs destacou que a obra estará disponível nas livrarias da cidade ao preço de R$ 50. Em janeiro será feito um lançamento especial em Balneário Camboriú e também está prevista uma apresentação do livro em Porto Alegre.

O lançamento do livro reuniu muitos advogados também destaques a nível nacional. Um deles Dr. Marlon Taborda, que esteve a frente do caso do menino Bernardo Boldrini. Falando na Uirapuru, contou que o Dr. Jabs serviu de inspiração para que ele ingressasse no Direito. Um dos capítulos da obra fala de um dos seus trabalhos. Sobre o caso Boldrini, que vai ao Tribunal do Juri, lembrou que a assistência de acusação não existe mais no processo em razão da avó Jussara Marlene Uglioni ter falecido. Ela era a última familiar viva possível de se habilitar nesta condição. O processo segue somente com o Ministério Público na acusação e a defesa dos réus exercendo o direito da ampla defesa.

Taborda destacou que atuou na coleta de provas, na instrumentalização do material probatório, do caderno processual em si. Disse que, como um cidadão comum, como uma pessoa que conhece a verdade dos fatos, torce para que a justiça seja feita e injustiça alguma seja perpetrada. Ressaltou que como advogado, conhecedor do sistema jurídico, tem algumas críticas ao Tribunal do Juri por ele não ser técnico e sim mais emotivo. O jurista frisou que não podemos nos surpreender se os envolvidos saírem absolvidos.

Mais Imagens

Previous Next
Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas