Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Meio Ambiente

Publicada em: 16/10/2017 , por Jornalismo Uirapuru

A A A

Contrato com recicladores possibilita reaproveitamento de 50 toneladas de lixo por mês

Rádio Uirapuru
Créditos: Glenda Vívian/Prefeitura
Contrato com recicladores possibilita reaproveitamento de 50 toneladas de lixo por mês

Desde que a Prefeitura de Passo Fundo teve a iniciativa inédita de formalizar contrato com uma cooperativa de recicladores, cerca de 50 toneladas de lixo são reaproveitadas mensalmente dentre os resíduos que chegam até a Central de Triagem e Transbordo. Isso é possível porque, a partir do contrato, a Cooperativa de Recicladores Parque Bela Vista (Recibela) já conseguiu aumentar o número de trabalhadores de 19 para 35 pessoas.

Todo material que chega é triado e o que pode ser reaproveitado para venda é separado. Depois, cada tipo de resíduo, seja papel, plástico, vidro, metal é destinado para empresas que compram estes materiais para reaproveitá-los. “Hoje a Recibela consegue reaproveitar 50 toneladas por mês, sendo que a expectativa é ir ampliando conforme o número de trabalhadores aumentar. Os resíduos mais separados são papel, papelão, plástico, garrafas pet, latas de alumínio”, comenta o secretário de Meio Ambiente, Rubens Astolfi.

Além do apoio da Prefeitura, que oferece atenção especial a este assunto através da Secretaria do Meio Ambiente, a Recibela também conta com a orientação e monitoramento do projeto TransformAção, que auxilia nas ações. Por conta desse apoio e do empenho dos recicladores no período de vigência do contrato já foi possível aumentar a quantidade de material reciclado. “Mais do que a melhoria na quantidade de material reaproveitado, os recicladores agora contam com melhores condições de trabalho, maior autonomia no dia a dia da cooperativa e a remuneração mensal pelas obrigações assumidas”, salienta o secretário.

Colaborando com este aumento, a Prefeitura de Passo Fundo também já está elaborando um projeto para ampliar os pavilhões e instalar mais esteiras para a atividade de reciclagem, o que deve contribuir para que um maior número de recicladores possa começar a trabalhar junto à cooperativa.

Cada um fazendo a sua parte
Todo o lixo que é recolhido em Passo Fundo é levado até a Central de Triagem e Transbordo. Chegando lá, o material recolhido pela coleta seletiva vai diretamente para a separação. O restante  vai para a esteira e cada uma das sacolas ou sacos de lixo que a população deposita para recolhimento é aberto e o material reciclável é separado pelos cooperados. Dessa forma, se torna importante que as famílias façam a separação do lixo seco e orgânico em suas casas. “A separação dos resíduos nas residências facilita o trabalho de reciclagem realizado por todas as cooperativas, em especial a Recibela, por isso a importância da separação em resíduo orgânico e seco independente se possuir coleta seletiva no bairro”, destaca Astolfi. 

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Você acha que o Brasil está saindo do atoleiro da pior crise já vivida pelo país?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas