Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Meio Ambiente

Publicada em: 04/06/2018 , por Jornalismo Rádio Uirapuru

A A A

Uirapuru Ecologia comemora Dia Mundial do Meio Ambiente e convida população à separação correta do lixos

Rádio Uirapuru
Créditos: Gabriel Nunes/Rádio Uirapuru
Uirapuru Ecologia comemora Dia Mundial do Meio Ambiente e convida população à separação correta do lixos

Amanhã (5) é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e para marcar a data e a semana, o programa Uirapuru Ecologia de sábado (2) foi especial. Ele reuniu um grupo de pessoas que fazem a diferença no dia a dia da cidade na conservação do meio ambiente, por meio da reciclagem. Estiveram presentes as catadoras da Cooperativa de Trabalho Amigos do Meio Ambiente (Coama), da Vila Popular, Maria da Rosa e Vanessa Melo, a professora Cilene Potrich e a bolsista Cristiane Romero, do curso de Extensão da Universidade de Passo Fundo (UPF), que desde o ano passado executa um trabalho no Galpão da Coama, e o geólogo Luiz Paulo Fragomeni.

 

Na oportunidade, foi lançada uma parte da mostra de fotografias das catadoras, que ficará em exibição no hall de entrada da Rádio Uirapuru durante toda a semana. A exposição completa poderá ser conferida na Faculdade de Educação da UPF, a partir da metade do mês. Através dela se busca sensibilizar a população para o destino correto dos resíduos, tendo como foco a importância do profissional catador. A professora Cilene destacou que o objetivo principal é tirar da invisibilidade homens e mulheres dignos que trabalham todos os dias na Coama separando aquilo que a maioria não quer ver nem de perto, nem de longe, que são os resíduos.

 

O geólogo Luiz Paulo Fragomeni, destacou que o município tem avançado muito nessa área com a estruturação das cooperativas de reciclagem, a exemplo da Coama, mas ainda são necessárias campanhas de educação ambiental permanentes. Salientou que o próximo passo é melhorar a qualidade e a quantidade daquilo que está chegando até os galpões. Para tal, é importante mostrar que as pessoas vivem disso, que retiram dos materiais recicláveis a sua renda. Explicou que sem o trabalho realizado pelos catadores os resíduos iriam direto para o aterro de Minas do Leão, mais caro para o município e com danos para o meio ambiente.

 

Presente já 10 anos na Coama, a catadora Maria da Rosa contou que os materiais reciclados diminuíram bastante. Pediu para que a população atendida pelo caminhão da cooperativa disponibilize os resíduos já pela manhã em locais onde os catadores consigam fazer o recolhimento. Ela explicou que o salário deles são para apenas para as despesas básicas, por isso cada um que fizer a sua doação vai ajudar a melhorar a renda desses trabalhadores. Os únicos materiais que a Coama não recebe são madeira, lâmpada e isopor. É importante que o lixo seco não seja misturado ao orgânico. O telefone da cooperativa é o 9 9131-0502.

 

Pelo site da Rádio Uirapuru (www.rduirapuru.com.br), os ouvintes também podem tirar dúvidas sobre os tipos de materiais que podem ser reciclados e qual o descarte correto para cada um deles. A cartilha “Lixo tem lugar certo” está disponível para consultas.

Imagens Relacionadas

Clique nas imagens para ampliá-las.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Ouça ao vivo

Repórter do Povo

com JG e Ieda Almeida

Terça-Feira

das 08:10 às 10:45

ouça ao vivo

Você acha que a imprudência dos motoristas é a causa dos acidentes na ERS 324, entre Passo Fundo e Marau?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas