Geólogo explica que tsunami na Indonésia e erupção de vulcão na Itália seguem o mesmo processo dinâmico, mas não possuem relação

Créditos: Nurul Hidayat/Bisnis Indonesia

No último sábado (22) a Indonésia foi surpreendida por um tsunami que atingiu as ilhas de Java e Sumatra. Conforme o último balanço, 430 pessoas morreram, mais de 1,4 mil ficaram feridas e mais de 16 mil estão desalojadas. De acordo com autoridades, o tsunami pode ter sido provocado por um aumento repentino da maré provocado pela lua cheia, combinado com uma avalanche no fundo do mar após a erupção do Anak Krakatau. O Anak Krakatau é um dos 127 vulcões ativos no país. Na quarta-feira (26) um terremoto de 4,8 graus na escala Richter atingiu o norte da província de Catânia, na Itália, deixando 10 feridos e imóveis destruídos.

Falando na Uirapuru, o geólogo Luiz Paulo Fragomeni esclareceu que o tsunami na Indonésia e a erupção do vulcão Etna na Itália tem o mesmo processo dinâmico, mas não possuem relação um com o outro. Explicou que o centro da terra está em uma temperatura de 6 mil graus, aquecido até mesmo pelo material radioativo existente, já no exterior, onde vivemos, são 21 graus. Portanto, existe uma transferência de calor de dentro para fora que faz o chamado “movimento das placas tectônicas”. São as placas tectônicas que fazem com que ocorram os terremotos e vulcões.

Fragomeni disse que na Indonésia houve um grande desabamento subterrâneo provocado pelo mesmo vulcão que originou o Krakatoa, que foi a maior erupção que tivemos notícia na história da terra. Ela ocorreu em 1883. Uma erupção tão violenta que chegou a resfriar o clima da terra durante um determinado momento.

Segundo o geólogo, quando o Krakatoa desapareceu, surgiu o Anak Krakatau no mesmo ambiente. Destacou que o tsunami poderia ter sido originado pelo levantamento do chão no oceano, mas nesse caso foi mais pelo movimento de subsidência que provocou a turbulência no mar, gerando o tsunami.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas