Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Polícia

Publicada em: 02/01/2018 , por Jornalismo Rádio Uirapuru

A A A

Especialista explica sobre possibilidade de cobra sucuri em rio de Ipiranga do Sul

Mas destaca que ainda não há comprovação do animal ou da sua espécie

Rádio Uirapuru
Créditos: Divulgação
Especialista explica sobre possibilidade de cobra sucuri em rio de Ipiranga do Sul

A morte de Guilherme da Silva Andrade, de 12 anos, na última segunda-feira (1º), no Rio Teixeira, interior de Ipiranga do Sul, que teria sido provocado por uma cobra, conforme relatos de parentes, colocou a população em alerta. Há relatos de que a cobra, que seria uma sucuri de cerca de 7 metros, é vista há anos naquele rio.

 

A especialista em répteis e professora da UPF, Noeli Zanella, explicou que pela distribuição geográfica da sucuri, ela não ocorre nessa região devido ao frio, mas não descarta que ela tenha sido soltada na região ou que tenha fugido.

 

Mas destaca que ainda não há comprovação do animal ou da sua espécie. Hoje não há registro de um animal desse porte na região. Explicou que as cobras matam para se alimentar ou por defesa.

 

Aquelas que não tem veneno, como a sucuri e jiboia, matam por estrangulamento. Elas se enrolam na presa até que ela não consiga se movimentar e respirar. A professora disse que, dependendo da espécie, após a alimentação, elas ficam de dois a três meses a jejum.

 

Em relação a migrar para outros rios, Noeli explicou que a serpente em geral não tem deslocamento muito rápido. A sua captura não é muito fácil porque ela é difícil de ser localizada e exige um treinamento específico.

 

Ao vivo na Uirapuru, nessa terça-feira (2), o padrasto do menino Guilherme, de 12 anos, João Artêmio, relatou o acontecido. Esclareceu que o menino e o irmão de 15 anos não foram brincar no rio.

 

O mais velho estava lavando os pés quando resbalou e caiu na água, como Guilherme sabia nadar tentou salvar o irmão que estava se afogando, mas os dois acabaram submergindo na água. Assim que um tio chegou ao local conseguiu salvar o mais velho.

 

O padrasto disse que assim que chegou com o genro no rio presenciaram a cobra se enrolando no garoto e afundando.

 

O Corpo de Bombeiros e integrantes da PATRAM continuam as buscas na região a fim de localizar a suposta serpente. Pela devida precaução que se exige, orienta-se que as pessoas não transitem nas imediações do rio até que o fato seja devidamente esclarecido, por grave risco à vida que esse tipo de animal pode causar.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Ouça ao vivo

Hora a Mais

com Valdir Mello

Terça-Feira

das 11:00 às 12:00

ouça ao vivo

O clima de incertezas que vive o país pode interferir no interesse do torcedor brasileiro na Copa do Mundo?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas