Dona de mercado é presa por estelionato, pelo conhecido golpe de “Araras”

Créditos: Cissa Battistella/Rd Uirapuru

Uma empresária foi presa preventivamente na tarde dessa quarta-feira (06), pela Polícia Civil, em um mercado do centro da cidade. Ela é investigada por estelionato e associação criminosa. A mulher, de 49 anos, foi identificada como Ana Claudia Choeri. Elajá respondeu processos no Paraná, em Santa Catarina e, também, em Capão da Canoa, no litoral gaúcho, por envolvimento no esquema de golpe conhecido como “Araras”.

Além da prisão, os agentes da Delegacia Regional, Sipac, Draco e DHPP, coordenados pelo delegado regional, Adroaldo Schenkel, cumpriram quatro mandados de busca e apreensão. Um deles, no mercado da Avenida Sete de Setembro, Centro, onde a mulher foi presa, bem como, em três apartamentos de sócios.

Conforme Schenkel, as investigações iniciaram há cerca de 30 dias, apos informações sobre o possível envolvimento da mulher, com empresas chamadas no meio policial de Araras. Aqui, o mercado e os demais sócios são investigados. Além das apurações realizadas pela polícia local, a mulher teve a prisão preventiva decretada pela Comarca de São Bento do Sul/SC, pelo mesmo crime.

Foram identificados no município mais de 240 protestos recentes, somando elevados valores. Durante cumprimento de mandado foram apreendidos milhares de documentos, inclusive uma carteira de identidade falsa do Rio Grande do Norte, com nome de outra pessoa e fotografia de Ana Choeri.

O esquema que envolve as ARARAS, em sentido amplo, é complexo. Conforme Schenkel, são empresas criadas ou adquiridas, com situação legal, que passam a fazer cadastros e obter crediários com muitos fornecedores, honrando as primeiras compras.

Na sequência fazem volumes grandes de novas aquisições a crediário e não pagam mais os fornecedores, vendem as mercadorias e ficam com o lucro. Nesse meio são comuns centenas de fornecedores lesados, tributos não recolhidos, concorrência desleal com quem adquire e paga as mercadorias.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas