Justiça aceita denúncia contra autor de homicídio na UPF

Agora processo começa a tramitar e o réu vai a Júri Popular

Créditos: Divulgação Facebook

A justiça aceitou nesta terça-feira a denúncia do Ministério Público contra o estudante universitário Fabiano Cardoso Machado, 24 anos, autor de homicídio e tentativa de homicídio no campus da Universidade de Passo Fundo-UPF. Com isso, o processo começa a tramitar e o réu vai a Júri Popular para responder por homicídio em que foi vítima o representante comercial, Claudecir Altair Lenz, 44 anos.

 

Ele vai responder também por tentativa de homicídio em que ume estudante de 26 anos foi vítima . O crime ocorreu na noite de 26 de maio último no campus da UPF, onde o representante comercial foi ferido com uma facada no tórax ao defender a estudante, que estava sendo agredida pelo réu. Claudecir Altair Lenz chegou ser socorrido e levado para o hospital São Vicente de Paulo, onde morreu três dias depois.

 

 

A jovem também precisou de atendimento médico devido a agressão que sofreu. A Polícia havia indiciado Fabiano Cardoso Machado por homicídio e tentativa de homicídio e, agora, a justiça aceitou a denúncia idêntica do Ministério Público. O réu, que foi preso em flagrante na ocasião, permanece recolhido ao presídio regional de Passo Fundo.

 

 

O advogado de defesa chegou pedir a liberdade provisória do estudante, mas a justiça negou. Nos próximos dias,  devem começar as audiências de instrução do processo e o julgamento deve ocorrer, provavelmente, no primeiro semestre de 2015. O crime teve motivo fútil. O réu alegou ao ser preso que queria matar a estudante porque ela se metia na sua vida.  

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas