Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 102.5

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Política

Publicada em: 23/03/2018 , por Jornalismo Rádio Uirapuru

A A A

MPF intima direção e reitoria da UFFS sobre evento com ex- presidente Lula

Rádio Uirapuru
Créditos: Divulgação
MPF intima direção e reitoria da UFFS sobre evento com ex- presidente Lula

O procurador Fredi Éverton Wagner, do Ministério Público Federal de Passo Fundo, intimou na tarde desta quarta-feira (21) para que no prazo de 24 horas o diretor da Universidade Federal Fronteira Sul, Vanderlei de Oliveira, o reitor da universidade, Jaime Giolo, o Comando da Brigada Militar e as chefias da Delegacia da Policia Federal e Policia Rodoviária Federal, dêem explicações quanto ao evento que acontecerá nesta sexta-feira (23) com a presença do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

 

Em entrevista para a Rádio Uirapuru, o procurador explicou que o evento denominado como “Grande ato com Lula” indicava a possibilidade da prática de ato de improbidade administrativa, pelo uso aparentemente indevido do espaço da universidade para fins político-partidário, resolveu instalar o expediente e buscar informações oficiais sobre a atividade.

 

O prazo final para a apresentação expirou ontem (22) às 19 horas. “Até o momento nós não temos o retorno oficial, seja da reitoria ou da própria direção da universidade, todavia o MPF já está em contato direto com os órgãos de segurança pública do município, para tratar do assunto”, explicou o procurador.

 

Segundo o procurador, após o recebimento das documentações o MPF não tem um prazo especifico para se manifestar sobre o assunto. “Não há um prazo estipulado para isso, se não o próprio prazo prescricional de um eventual ato de improbidade. O que é importante para o Ministério Público Federal é apurar se o espaço de uma universidade federal, que é uma autarquia, está sendo ou não utilizado para atividade diversa, daquela para qual ela foi instituída”.

 

Sobre punições após a análise dos documentos, o procurador explicou que “Todo o agente público que administra bens que não lhe pertence, pois os bens são de uma coletividade ou de instituição pública, está sujeito a sancionamentos de diversas ordens. Um deles é a improbidade administrativa que enseja na responsabilização do agente praticante do ato que viola os princípios da administração pública”. O procurador disse ainda que uma vez respondendo por improbidade administrativa e sendo responsabilizado, o agente público tem entre os sancionamentos, a perda do cargo, suspensão dos direitos políticos e aplicação de eventual multa.

 

Mudança de local

 

Em entrevista à Rádio Uirapuru, o Presidente do PT de Passo Fundo, Jorge Gimenez, confirmou a vinda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à cidade amanhã (23), mas anunciou mudanças na programação, com o objetivo de evitar maiores problemas. Segundo Gimenez, o ato de Lula será na Avenida Brasil, na esquina com a Bento Gonçalves, centro, às 13h. De acordo com ele, a visita do líder petista não é um comício, nem campanha antecipada, mas apenas uma caravana que o ex-presidente vem fazendo em várias universidades do país inteiro.

 

Em nota a Universidade também se manifestou sobre a mudança do local do evento. “Informamos à comunidade acadêmica e administrativa do Campus Passo Fundo que a coordenação da caravana do ex-presidente Lula anunciou mudanças na programação de sua visita, alterando o local do evento. O Campus de Passo Fundo não realizará nas suas dependências, internas e externas, nenhum evento relacionado à visita do ex-presidente Lula no dia 23 de março de 2018”.

 

Questionado pela mudança de local, o procurador afirmou que para o Ministério Público Federal o que importa é a utilização do espaço público da universidade e o desvio de sua finalidade. “independentemente da mudança de local, essas informações vão chegar ao Ministério Público Federal e vão ser avaliadas. O objeto da atuação do MPF é aquele voltado a instituição federal. Os atos praticados em outros espaços públicos ou particulares, evidentemente que demandam a atuação de órgãos de segurança do estado e não mais sob análise do Ministério Público Federal” explicou o procurador.

 

No início desta tarde a Prefeitura Municipal de Passo Fundo também se manifestou sobre a mudança do local. Em nota, a prefeitura afirmou que não havia sido procurada pelos organizadores do evento para que o mesmo fosse realizado na Avenida Brasil.

 

"Tendo em vista informação dada pela direção do PT de Passo Fundo à imprensa local, a Prefeitura de Passo Fundo informa que não recebeu qualquer solicitação formal do partido quanto à realização de ato com o ex-presidente Lula na Avenida Brasil, na esquina com a Bento Gonçalves, às 13 horas desta sexta-feira (23). O ato estava inicialmente previsto para ocorrer na Universidade Federal Fronteira Sul. Conforme o secretário de Segurança, coronel João Darci Gonçalves, há preocupação em relação ao trânsito, cuja organização é responsabilidade da Prefeitura. 'Um ato dessa envergadura causa grande transtorno no fluxo de veículos, especialmente por ocorrer em horário comercial e em um local por onde passa a maioria das linhas de ônibus', observou."

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Você acredita que lei mais rigorosa para motorista bêbado que matar no trânsito vai reduzir a violência?

Copyright © 2018 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas