Jair Bolsonaro toma posse em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro propôs um “pacto nacional” entre a sociedade e os poderes da República em um discurso de 9 minutos e 53 segundos no Congresso Nacional após tomar posse no cargo para o mandato 2019-2022.

 

Ele fez referência ao “pacto” ao falar sobre os desafios do novo governo na área econômica. Segundo o novo presidente somente “um verdadeiro pacto nacional entre a sociedade e os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário” será possível vencer os desafios da recuperação econômica.

 

Bolsonaro disse que o novo governo vai priorizar quatro pontos: combate à corrupção; combate à criminalidade; economia; dar fim à irresponsabilidade ideológica.

 

Bolsonaro pediu ao Congresso para ajudá-lo na missão de “restaurar e de reerguer nossa Pátria, libertando-a, definitivamente, do jugo da corrupção, da criminalidade, da irresponsabilidade econômica e da submissão ideológica”.

Noutras referências ao Congresso, disse que conta com o apoio da instituição para “dar o respaldo jurídico aos policiais para realizarem seu trabalho” e que vai valorizar o parlamento, “resgatando a legitimidade e a credibilidade do Congresso Nacional”.

 

Ele disse que está diante de uma “oportunidade única de reconstruir nosso país e de resgatar a esperança dos nossos compatriotas”.

O presidente atribuiu a eleição dele ao atentado que sofreu durante a campanha eleitoral, no qual sofreu uma facada.

“Quando os inimigos da pátria, da ordem e da liberdade tentaram pôr fim à minha vida, milhões de brasileiros foram às ruas. Uma campanha eleitoral transformou-se em um movimento cívico, cobriu-se de verde e amarelo, tornou-se espontâneo, forte e indestrutível, e nos trouxe até aqui”, declarou.

 

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas