Mesmo com 110 anos no Brasil, religião Umbanda ainda é alvo de preconceito

Créditos: Reprodução/Facebook/Luzes de Aruanda

Ontem (15) a religião afro Umbanda completou 110 anos no Brasil. Herança direta da comunidade negra, mas que hoje recebe todas as etnias, a religião ainda é alvo de preconceito. Para marcar a data aconteceu também, na Praça da Mãe, um grande ato público com diversas atividades voltadas à integração da comunidade com esta religião. As ações estão inseridas no Mês da Consciência Negra, que terá outros eventos também na cidade até o dia 22.

Falando na Uirapuru sobre os 110 anos da Umbanda no país, Aderbal Barros, representante da religião na cidade, trouxe a triste notícia de que o preconceito ainda existe, muito por parte da falta de informação. Conforme ele, algumas pessoas pensam que o umbandismo está ligado ao satanismo, o que não é verdade.

A Umbanda prega a paz e a caridade, tanto que recebem qualquer pessoa de braços abertos, pregam o bem e o amor. Para Aderbal é preciso informar mais a população e compreender que todos respeitam as leis do bem, difundidas pelos seguidores do mesmo Deus.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas