Na Uirapuru, espírita defende união das religiões pelo fim da intolerância religiosa

Créditos: Reprodução/Internet

O dia 21 de janeiro é marcado como o Dia Mundial da Religião e o dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Para comentar a falar sobre a importância da data, a nossa reportagem conversou com o espírita Dr. João Alessandro Müller. Segundo o espírita a intolerância religiosa é uma das pautas que está cada dia mais presente na rotina das pessoas.

Müller explicou que cada vez é percebido um aumento de casos de intolerância e para ele, em todos os casos de guerra existentes no mundo, poucos não tem ligação com a religião. Para o espírita a pauta do combate a intolerância é também a pauta de construção da paz entre as pessoas. Müller explicou que as pessoas não podem querer impor sua religião para outras, tão pouco ridicularizar aquele que possui uma convicção religiosa diferente.

O espírita defendeu que todas as pessoas devem se transformar agentes da construção da paz entre as religiões. Para Müller as religiões unidas terão um papel importante para a criação de uma paz e o fim desta intolerância. O espírita lembrou que no fundo todas as religiões visam a condução dos seres humanos a fazer o bem.

Müller ressaltou que é necessário que todas as pessoas se respeitem para que todos, ainda que pensando diferente, possam crescer juntos.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas