No dia do religioso, padre destaca que tudo que se faz com carinho e pensando no outro tem grande valor

Créditos: Reprodução/Internet

A Igreja no Brasil celebra as vocações à vida consagrada sempre no terceiro domingo de agosto, mas a data instituída para o Dia do Religioso é hoje, 2 de fevereiro.

Por isso, a Rádio Uirapuru conversou com o padre Ari Antônio dos Reis. Ele explicou que a vocação a partir da perspectiva religiosa tem uma dimensão mais ampla do que a dimensão profissional. A vocação à vida religiosa é vista como um chamado, onde a pessoa se sente convocada por Deus a contribuir com a sua obra e para que a sociedade seja melhor.

O padre ressaltou que faz parte do processo vocacional a renúncia à família e à atividade profissional remunerada. Disse que é uma escolha que diz respeito a cada pessoa. Sobre a dificuldade atual de ingresso de pessoas à vida religiosa, o padre destacou que antigamente as famílias eram mais numerosas e os pais incentivavam os filhos à caminhada vocacional. No entanto, frisou que sempre há pessoas dispostas a assumir esse compromisso e a fazer dele uma realização pessoal.

Ele ainda citou como exemplo o Papa Francisco, que é uma pessoa realizada e feliz com o que faz, apesar dos desafios. Salientou que tudo o que a pessoa faz com carinho, amor e pensando no outro tem um valor imensurável.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas