Ouça agora

Rádio AM 1170 Rádio FM 90.1

Ouça pelo celular



Rádio Uirapuru - Saúde

Publicada em: 15/06/2017 , por Jornalismo Uirapuru

A A A

Conhecer os sintomas de infarto ou derrame pode salvar vidas

Rádio Uirapuru
Créditos: Natália Fávero
Conhecer os sintomas de infarto ou derrame pode salvar vidas

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. Dentro dessas doenças, estão o infarto e o derrame (Acidente Vascular Cerebral - AVC). Quase todo mundo conhece alguém próximo que teve uma dessas doenças ou mesmo perdeu alguém em decorrência delas. Identificar os sintomas delas pode salvar vidas e, por isso, considerando a relevância desse tema, a Faculdade de Medicina da Universidade de Passo Fundo (FM/UPF), com apoio da Liga Acadêmica de Neurologia, promoveu, na terça-feira, 13 de junho, mais uma edição do Ciclo de Palestras e o tema foi “Como identificar os sintomas de um infarto ou um derrame” para acadêmicos, professores e comunidade em geral. A atividade aconteceu no auditório Biomédico da UPF, Campus II.

O diretor da FM, Gilberto Bortolini, deu as boas-vindas aos participantes do evento e destacou a importância de falar sobre esse assunto, que é de interesse acadêmico, mas que também deve ser compartilhado com a comunidade em geral. A coordenadora de extensão da Faculdade de Medicina, Cristiane Barelli, também esteve presente no Ciclo de Palestras, que teve como palestrantes o cardiologista Daniel Spillmann, o neurologista e neurocirurgião Marcelo Crusius, que também é professor da UPF, e a acadêmica do curso de Medicina Laisa Zanella, que é orientanda do professor Marcelo Crusius.

Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), das 17,5 milhões de pessoas que morreram em decorrência dessas doenças em 2012, estima-se que 7,4 milhões ocorrem devido às doenças coronarianas e 6,7 milhões devido a acidentes vasculares cerebrais (AVCs).

Sintomas de um Infarto

O infarto acontece quando o suprimento sanguíneo do músculo cardíaco é cortado ou reduzido, quando uma artéria coronária está contraída ou obstruída, o que pode levar à morte súbita, à morte tardia ou à insuficiência cardíaca.

O cardiologista Daniel Spillmann explicou que o principal sintoma do infarto é a dor no peito, também conhecida como angina (sensação de aperto, peso, queimação, sufocamento), que piora com esforço físico e persiste até no repouso. Além do peito, a dor também é descrita na região do pescoço, estômago, nas costas e braços, em geral braço esquerdo. Há casos em que pode haver infarto sem sintomas, especialmente em pacientes com diabetes, com mais de 65 anos, ou que já fizeram cirurgia cardíaca e com stents cardíacos.

A maioria das mortes por infarto ocorre fora do hospital. Por isso, a importância de identificar os sintomas. De acordo com o médico, quanto antes a pessoa receber o socorro, menores as chances de sequelas e pode evitar o óbito. Spillmann enfatiza que, ao perceber os sintomas, é necessário acionar o serviço de emergência, ou, se o paciente estiver em condições, procurar o serviço de emergência o mais rápido possível.

Sintomas de um AVC
Já o neurologista e neurocirurgião Marcelo Crusius, que também é professor da UPF, e sua orientanda Laisa Zanella, abordaram os sintomas do Acidente Vascular Cerebral, também conhecido como derrame, que é um termo médico usado quando parte do cérebro “morre” devido a um problema com o sangue. Há o AVC isquêmico, que ocorre quando uma artéria é fechada e parte do cérebro fica sem sangue, e o AVC hemorrágico, quando uma artéria se rompe e o sangue invade o tecido cerebral. Algumas pessoas têm efeitos duradouros, enquanto outras perdem importantes funções cerebrais. O AVC é uma das principais causas de morte e deficiência no mundo.

Durante a palestra, foram mostradas algumas formas de reconhecer o AVC, cujos sinais iniciam repentinamente. Nesses casos, e necessário pedir para a pessoa mostrar os dentes e sorrir. A boca “torta” é um dos sinais. Outra maneira é pedir para a pessoa elevar os dois braços na altura dos ombros. A perda de força também é outro sinal. Pedir para a pessoa falar e repetir uma frase é importante. A dificuldade na fala é outro sintoma que auxilia na identificação. Ao reconhecer esses sinais, a procura por um serviço de emergência deve ser imediata.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Obesidade pode ser considerada um problema de saúde pública?

Copyright © 2017 Grupo Uirapuru . Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas