Na Uirapuru, psicologa fala sobre os principais sintomas da depressão pós-parto

No Brasil, em cada quatro mulheres, mais de uma apresenta sintomas de depressão no período de 6 a 18 meses após o nascimento do bebê. Uma pesquisa realizada em 2016 entrevistou 23.896 mulheres no período de 6 a 18 meses após o nascimento do filho. A prevalência global de sintomas de depressão pós-parto foi de 26,3%, mas a comparação entre os períodos de 6 a 9 meses (25,7%) e de 9 a 12 meses (27,1%) não indicou diferença significativa no desenvolvimento do transtorno mental.

A depressão pós-parto e a relação da mãe com o bebê foi o tema do primeiro Emoção, Afeto e Comportamento do ano, que contou com a participação da psicóloga, Carolina Azambuja. A psicóloga explicou que a maioria das pessoas entende que a depressão pós-parto é quando a mãe rejeita o bebê, porém esse é um dos sintomas. De acordo com Carolina, são 10 avaliações que são feitas e nenhuma engloba o fato de rejeição do bebê, mas pode ser um sinal e servir como um alerta.

Carolina explicou que mesmo com o nome “pós-parto”, não significa que necessariamente ela inicie após o parto, podendo acontecer durante a gestação. Entre os principais sintomas estão: desanimo, perda de energia e irritabilidade. A doutora explicou que o tempo de quatro semanas após o parto é um período de grande modificação hormonal nas mulheres e a que a mãe pode desenvolver todos os sintomas de uma depressão.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas