Sem Segredo: maioria dos ouvintes acha que ciclistas, automóveis e pedestres não tem uma boa convivência no trânsito

Créditos: Gabriel Nunes/Rádio Uirapuru

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece que o condutor de veículo maior deve zelar pela segurança do menor. Mas nem sempre essa relação ou a convivência entre todos é pacífica. Em todo o país, aproximadamente 35 mil pessoas morrem nas estradas e ruas por ano.

Por isso, o Sem Segredo de sábado (27) levantou o debate sobre o comportamento das pessoas no trânsito. Para a maioria dos ouvintes, ciclistas, automóveis e pedestres não tem uma boa convivência no trânsito e o maior motivo disso é a falta de educação. Cobraram uma maior fiscalização por parte do Poder Público e melhor condição para fiscais de trânsito exercerem seu trabalho.

A chefe do Núcleo de Educação para o Trânsito da Secretaria de Segurança Pública, Raquel Rúbio, ressaltou que o trânsito é feito por pessoas, não veículos. Segundo ela, a mobilidade urbana precisa ser baseada nisso. Afirmou que se cada um fizer sua parte e usar a cidade de forma inteligente, o convívio irá melhorar. Raquel contou que estudos técnicos comprovam que 90% dos acidentes ocorridos tem a ver com comportamento humano e fatores ligados à educação. Ressaltou que três viés precisam sempre ser analisados: educação; embasamento legal e engenharia de estrutura das rodovias. Se todos estiverem funcionando bem e em harmonia, os problemas de trânsito podem ser evitados.

O Dr. Fábio Woitchunas concordou que o trânsito está ligado à educação e comportamento humano. Falando como ciclista, Woitchunas afirmou que o condutor precisa de uma concentração maior e se conscientizar que, primeiro, o ciclista precisa ser visto. Contou que se sente vulnerável no trânsito de Passo Fundo, mas que esse medo faz com que ele tenha um maior estímulo psicológico de proteção.

Por telefone, o promotor de Justiça Paulo Cirne disse que acredita que seja possível harmonizar o convívio entre todos, evitando episódios lamentáveis que já aconteceram. Cirne declarou ainda que situações de trânsito precisam ser trabalhadas na mentalidade de motoristas, ciclistas e pedestres para que se alcance ao longo do tempo uma melhora através da educação e conscientização de todos os envolvidos.

Comentários

A Rádio Uirapuru não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Notícias Recomendadas